Lenovo passa a vender mais smartphones do que PCs

De acordo com a Lenovo, o aumento nas vendas de smartphones pode ser atribuído à mudança de posicionamento da empresa

São Paulo – Maior fabricante global de PCs, a Lenovo passou a vender mais smartphones do que computadores.

Segundo relatório divulgado pela empresa nesta quinta-feira, as vendas de celulares dobraram entre abril e junho deste ano.

Neste período, a Lenovo vendeu 15,8 milhões de smartphones e 14,5 milhões de computadores.

De acordo com a Lenovo, o aumento nas vendas de smartphones pode ser atribuído à mudança de posicionamento da empresa ao oferecer produtos considerados “premium” para todos os públicos, e elevando a demanda em mercados emergentes.

Inclusive, em entrevista recente a INFO, o vice-presidente da Lenovo para América Latina afirmou que pretende trazer ao Brasil os produtos premium da empresa, algo que deverá ampliar a presença global da fabricante no setor.

Fabricantes de smartphone chinesas como a Lenovo e Xiaomi estão gradualmente ganhando um espaço antes dominado pela Samsung entre aparelhos de baixo custo.

Além disso, a aquisição da Motorola pela Lenovo deverá aumentar ainda mais a presença da empresa em mercados emergentes.

No entanto, apesar do aumento nas vendas, as margens de lucro dos dispositivos móveis não são a principal fonte de receitas da empresa.

Smartphones e tablets representaram apenas 15% do total de receitas da Lenovo neste período, já computadores e notebooks representaram 78% e ainda se mantém como o setor mais forte na empresa.