Kiva, os robôs espertos que a Amazon comprou

A Amazon está comprando a Kiva, fabricante de robôs que substituem os humanos e as empilhadeiras nos armazéns. Veja como eles trabalham

São Paulo — A Amazon divulgou, nesta semana, que está adquirindo a Kiva, fabricante de robôs para movimentação de cargas em armazéns. O negócio de 775 milhões de dólares deve ser finalizado no segundo trimestre. A empresa de Jeff Bezos vai, então, ser dona de robôs inteligentes, que deslizam velozmente pelos armazéns, movimentando cargas sem interferência humana. 

Os robôs da Kiva não se parecem nem um pouco com C3PO e R2D2, de Star Wars. Mas demonstram uma eficiência notável ao cuidar do armazém. Eles são usados por grandes varejistas americanos como The Gap, Saks Fifth Avenue e Walgreens. Um vídeo do evento Wired Business Conference (abaixo) mostra Mick Mountz, CEO da Kiva (e ex-funcionário da Motorola e da Apple), explicando como funcionam.

O robô recebe ordens de um computador para buscar objetos num armazém. Pequeno, pode passar sob a mercadoria armazenada quando está sem carga, o que evita o congestionamento nos corredores. Quando encontra o volume desejado, faz um movimento de rotação para se fixar à pilha de caixas. Depois, segue para a avenida mais próxima e transita pelo menor caminho até o destino.

Lá, um humano recebe o produto para embalar e despachar. Após algum tempo de trabalho, o robô se encaminha a uma estação de recarga para reabastecer as baterias. Nisso, ele se parece com robôs domésticos usados como aspirador de pó e cortador de grama, que também buscam a estação de recarga quando a fome de energia aperta.

A Kiva diz que seu sistema de robôs pode tornar a movimentação de mercadorias até três vezes mais rápida em comparação com métodos tradicionais, com empilhadeiras ou esteiras transportadoras. Os robôs reorganizam automaticamente o armazém, colocando os itens mais requisitados em áreas próximas.

Leitores de código de barras conferem cada item a ser embalado, detectando eventuais erros. Isso deve evitar que o cliente que encomendou uma camiseta tamanho M, cor vermelha, receba algo diferente. Veja o vídeo a seguir.