JBL OnBeat Xtreme

logo-infolab

Avaliação do editor Airton Lopes / O design arrojado desta dock da JBL é criativo e funcional. Acima das colunas cruzadas com os falantes, um arco sustenta um suporte com o conectar de 30 pinos da Apple. Nessa peça são encaixados braços para receber o iPhone ou o iPad. Um detalhe bacana: o suporte gira 90 graus para deixar o iGadget na horizontal, melhorando a exibição de vídeos. A qualidade de áudio é das melhores, com graves bem definidos e agudos limpos. A potência também não decepciona. A OnBeat Xtreme não funciona apenas com os produtos da Apple. Tem Bluetooth e entrada P2, o que significa compatibilidade com a maioria dos smartphones e MP3 players do mercado. No painel de conexões da dock também há uma porta USB no padrão B, o mesmo usado em impressoras. Ela serve para ligar a dock no PC apenas para sincronizar os equipamentos da Apple com o iTunes. O controle remoto da OnBeat Xtreme também tem um formato pouco usual. Porém, a sua ergonomia não é das melhores.

Avaliação de Giovana Penatti / A JBL é conhecida como uma marca que faz produtos para todos os bolsos – e, claro, de potência maior e menor. Depende de cada um analisar o custo-benefício do aparelho que escolher, mas já adiantamos: apesar do preço alto, esta caixa não faz feio perto de marcas top de linha, como Bose e Bang & Olufsen, e tem um valor bem mais em conta.

Para quem gosta de ouvir as músicas do iPod no volume mais alto possível, o OnBeat Xtreme é perfeito. O volume que ele alcança é altíssimo e, surpreendentemente, o som não é prejudicado por isso, apresentando poucas distorções. Dá para confiar apenas nessa caixa para animar uma festa com os amigos. Os graves e médios são excelentes e chegam a fazer a superfície em que o dock está vibrar, apesar dele não ser projetado para usar isso como amplificador.

O som pode ser equalizado de acordo com padrões pré-estabelecidos (music, movies, chat, internet radio e game), mas essa função é confusa. O controle remoto que acompanha o produto é o que permite essas configurações e, assim como o próprio dock, tem o design diferente, levemente arredondado e cabe na palma da mão.

Aliás, o design desta dock é um detalhe à parte. Predominantemente preto com detalhes cromados, seria um belo estilo minimalista se não fosse pelas caixas de som inclinadas e “cruzadas” (os alto-falantes não ficam sobrepostos, mas sim as estruturas onde eles se localizam) que o deixam moderno e elegante. As mesmas cores aparecem no controle remoto e o cromado também está nos botões laterais, que são de aço escovado, enquanto a decoração da caixa é de plástico.

O OnBeat Xtreme parece ter sido feito para usuários da Apple (e até no visual, se considerarmos a preocupação da marca com o design de seus gadgets), já que dá a impressão de faltar uma peça quando o conector de 30 pinos que fica na parte frontal está vazio. No entanto, funciona com outros players que não são “iDevices”, já que há conexões P2 e Bluetooth. Ele também tem uma porta USB padrão B, então só serve para sincronizar o dock com o iTunes; nada de usar um pen drive com faixas em mp3.

O suporte frontal para gadgets rotaciona em 90º para a direita, possibilitando assistir filmes diretamente do iPad. Outra opção ainda mais interessante é utilizar a saída de vídeo composto para assistir ao filme na TV aproveitando o som potente do OnBeat Xtreme. Já as “garras” do suporte, que seguram o gadget no lugar, parecem ser frágeis e até ficamos com medo de quebrá-las durante o ajuste.

O dock vem com um aplicativo que aparece para ser instalado logo que o gadget é conectado, mas ele não é grande coisa e, na verdade, até compensa usar o próprio player do dispositivo, já que não é preciso ter o programa da JBL instalado para usar a caixa.

Apesar da ótima qualidade para reproduzir áudio, o OnBeat Xtreme decepciona ao atender chamadas. Ele funciona como um viva-voz e a qualidade da ligação é igual à de um viva-voz comum. A captação do microfone embutido também é fraca. Com uma caixa tão potente, esperávamos mais.

Ficha técnica

Potência 120 W RMS
Conexões P2, vídeo composto, USB tipo B, Bluetooth
Dimensões 44,5 x 24,4 x 23 cm
Peso 4 kg

Avaliação técnica

Prós Áudio de boa qualidade; base giratória; reprodução via Bluetooth
Contras Atendimento de ligações de péssima qualidade; sem outras opções de mídia; sem bateria
Conclusão Apesar do preço alto, vale a pena como um dock de alto nível
Média 8.3
Preço R$ 2599