Japão autoriza uso de medicamentos experimentais contra o ebola

O Ministério da Saúde está elaborando um plano específico para autorizar o uso de fármacos no caso de contágios no país e se os pacientes se responsabilizarem

O governo japonês vai permitir o uso de medicamentos experimentais contra o ebola, desenvolvidos por empresas nipônicas e que já foram testados em vários países, apesar de nenhum ter sido aprovado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O Ministério da Saúde está elaborando um plano específico para autorizar o uso de fármacos no caso de contágios no país e se os pacientes se responsabilizarem, informa a TV NHK.

Os medicamentos serão administrados a doentes que tenham dado a sua autorização depois de informados dos efeitos secundários observados na fase de testes.

O antigripal Avigan, feito por laboratórios do grupo japonês Fujifilm, é um dos poucos usados atualmente de forma experimental para tratar o ebola, ainda que a sua efetividade não tenha sido provada clinicamente, nem a sua utilização autorizada pela OMS.

Editor Graça Adjuto