iPhones 5s e iPhone 5c chegam às lojas hoje à meia-noite

Lojas especializadas ficarão abertas nesta noite para o lançamento do novos iPhones

São Paulo — Dois meses depois do lançamento nos Estados Unidos e em outros países, os novos smartphones da Apple chegam ao Brasil. O iPhone 5s e o iPhone 5c começam a ser vendidos à meia-noite. Algumas lojas ficarão abertas e terão eventos de lançamento. 

A TIM vai fazer eventos de lançamento em suas lojas no Shopping Eldorado, em São Paulo, e no New Yor City Center, no Rio de Janeiro. A empresa promete a presença de celebridades como o casal de humoristas Dani Calabresa e Marcelo Adnet (no Rio) e o nadador Fernando Scherer, o Xuxa (em São Paulo).

A TIM enviou, a seus assinantes, um e-mail promocional oferecendo, a quem comprar um dos novos iPhones, um ano de seguro contra roubo (bem vindo, já que o iPhone é apreciado pelos ladrões, ao menos em Nova York) e um ano de assinatura do serviço TIM Music, além de participação no sorteio de um iPad mini.

A Oi fará o lançamento em suas lojas dos shoppings Morumbi, em São Paulo; Leblon, no Rio de Janeiro; e Iguatemi, em Brasília. Na capital paulista, a empresa escalou a atriz Priscila Fantin para o evento. 

A Claro terá 19 lojas abertas à noite para a venda dos novos iPhones. A operadora fará seu evento principal de lançamento no Shopping Eldorado, em São Paulo. As lojas iPlace terão coquetéis com DJ nos shoppings Iguatemi de Porto Alegre, Eldorado de São Paulo e Piracicaba (na cidade homônima). 


Resta saber se essas ações promocionais serão suficientes para convencer os brasileiros a comprar os novos iPhones, que chegam até 90% mais caros que nos Estados Unidos. O modelo mais barato, o iPhone 5c de 16 GB, vai custar 1.999 reais. O mais caro, o iPhone 5s de 64 GB, sairá por 3.599 reais. 

A TIM já avisou que não vai conceder descontos para quem contratar um plano de serviços. Já a Vivo divulgou que, se o comprador contratar um plano pós-pago na compra, o preço do iPhone 5c mais simples pode cair para até 949 reais; e, o do iPhone 5s menos caro, para 1.749 reais. 

Mas é preciso fazer as contas com cuidado, já que o comprador que optar por um desses planos de serviço pode gastar mais com ele, com o tempo, do que gastaria se adquirisse o smartphone pelo preço total.

O fato é que o Brasil segue tendo o iPhone mais caro do mundo. Os preços também são mais altos que os de concorrentes com Android e Windows Phone, o que deve fazer muitos brasileiros pensarem duas vezes antes de optar por um smartphone da Apple.