iPhone 8 poderá ter tela curva de OLED – e feita pela Samsung

Telas de OLED não são novidade no mundo Android: o Galaxy Nexus, lançado pela Samsung em 2011, já tinha uma

Segundo o jornal japonês Nikkei, a Apple teria encomendado 70 milhões de telas de OLED da Samsung, a serem entregues ainda este ano – a quantidade sugere que elas venham a ser usadas no iPhone 8, cujo lançamento está previsto para os próximos meses.

As telas de OLED não são novidade no mundo Android: o Galaxy Nexus, lançado pela Samsung em 2011, já tinha uma.

Mas para o iPhone sim, já que a Apple sempre preferiu se manter fiel aos LCDs (que ela compra de fornecedores como LG, Samsung e Japan Display).

Nas televisões, a tecnologia OLED oferece benefícios dramáticos, com níveis de contraste bem mais altos do que os LCDs.

É que as telas de cristal líquido não emitem sua própria luz – elas são retroiluminadas pelo backlight, uma bateria de LEDs.

O problema é que a luminosidade do backlight acaba vazando mesmo quando os cristais estão “fechados”, ou seja, polarizados para cortar a passagem de luz.

E esse vazamento limita o contraste da tela, prejudicando o nível de preto das tvs de LCD (que recorrem a alguns expedientes, como desligamento automático do backlight, para melhorá-lo).

OLED não tem esse problema, porque a tela produz a própria luz – portanto, ela consegue desligar totalmente seus pixels, sem vazamento de luminosidade.

Nos smartphones, a situação é um pouco diferente. Como a tela dos celulares é muito menor, o backlight também é – e o vazamento de luz também, não chegando a comprometer o contraste dos LCDs.

Por isso a Apple nunca se importou em migrar para a tecnologia OLED, que é mais cara. Ela supostamente está fazendo isso, agora, por outro motivo: os painéis OLED são inerentemente flexíveis, bem mais fáceis de moldar.

Isso sugere que a tela do iPhone 8 terá bordas curvas, que avançam sobre as laterais do celular (como no Galaxy S8, da Samsung, que é OLED).

Este conteúdo foi originalmente publicado no site da Superinteressante.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Matheus Quezado

    Vai ter o 7s esse ano ?