iPhone 6 Plus tem ótimas câmeras e bateria que dura de verdade

logo-infolab

São Paulo – – A Apple se rendeu aos smartphones com telas grandes e prova disso é o iPhone 6 Plus. O aparelho é o maior lançado pela empresa desde o lançamento da sua primeira edição, em 2007. Mas o display espaçoso não é tudo que o produto da Apple tem. Com um corpo maior, a fabricante também aproveitou para colocar mais bateria e um sensor de estabilização óptica na câmera.

Claro que o iPhone 6 Plus ainda é um produto caro e detém a segunda colocação entre os smartphones mais caros do Brasil, perdendo por pouco para o Galaxy Note 5, da Samsung. Com preços a partir de 3.499 a até 3.799 reais, em suas respectivas edições com 16 GB e 64 GB, o aparelho parece uma combinação de iPhone com iPad Mini, já que a tela grande praticamente elimina a necessidade de um tablet de 7,9 polegadas.

Design

Como de costume, a beleza é o que faz a Apple vender seus produtos. O design do produto é praticamente sem falhas. O que mais agrada quando seguramos o iPhone 6 Plus pela primeira vez é o fato de não haver limite claramente definido entre o final da tela e o começo do corpo do dispositivo. As laterais arredondadas também são responsáveis por esse efeito que cria o chamado “seamless design”da Apple.

Quem reclama que não pode usar um smartphone com tela grande com uma das mãos não pode criticar muito o iPhone 6 Plus. Com dois toques leves sobre o botão home, o Touch ID (que também lê impressões digitais), toda a interface do sistema vem para baixo e o polegar da sua mão direita ou esquerda pode alcançar todos os pontos da tela.

Mas pouca espessura do iPhone (7,1 milímetros) gerou uma interrupção na linha de design da parte traseira do iPhone 6 Plus: a câmera. Protuberante, a lente tem safira para evitar riscos, o que é ótimo para o uso diário. O porém é que a proeminência da câmera nos leva a enroscá-la no movimento de tirar o aparelho do bolso, o que pode ocasionar acidentes, o que é especialmente preocupante quando o produto em questão custa tão caro.

A tela de 5,5 polegadas do iPhone 6 Plus tem resolução de 1.080 por 1.920 pixels (Full HD), com 401 pixels por polegada. A imagem gerada por esse display tem excelente calibração de cores e é ótima para ver filmes ou séries e para jogar games.

Impossível não mencionar que o iPhone 6 Plus foi o protagonista do bendgate. Alguns usuários, segundo a Apple, menos de dez, reportaram um problema de design que fez com que algumas unidades entortassem quando as pessoas as colocavam no bolso da calça. Não houve problemas relacionados à estabilidade do smartphone durante o uso diário nos testes realizados pelo INFOlab.

Câmeras

Foto por: INFOlab

As câmeras do iPhone 6 Plus são as melhores já feitas pela Apple, o que já era esperado. A questão é que a empresa melhorou a câmera dianteira, que, mesmo com fotos de 1,2 MP, agora consegue tirar selfies com qualidade aceitável. O nível de detalhe não é ótimo, mas é melhor do que já vimos em aparelhos com 2 ou mais megapixels.

Foto por: INFOlab

A câmera principal é excelente. O nível de detalhamento nas fotografias é alto e o modo de captura automático tem uma medição inteligente da luz ambiente, o que ajuda a registrar boas imagens. Ha poucas opções manuais, entretanto. Dá para ligar ou desligar flash e HDR, tirar fotos 4:3, quadradas ou panorâmicas. Nelas, é possível ajustas a quantidade de luz captada em um pequeno ícone de sol que aparece ao lado do quadrado que indica o foco da fotografia. E só. É a simplificação que presume que o usuário não sabe conceitos de fotografia.

Foto por: INFOlab

Foto por: INFOlab

Se você gosta de filtros, a Apple traz alguns muito semelhantes aos que estão presentes no Photobooth, o app de imagens para Mac OS X e iPads. Dá para tirar algumas fotos diferentes com esse recurso.

Foto por: Reprodução

Fora isso, você pode gravar vídeos em câmera lenta com esse produto. Ele registra 240 quadros por segundo, o que garante um bom nível de detalhamento das imagens.

Outra coisa bacana para fazer com essa câmera é um time-lapse, uma gravação que transforma uma cena de horas em poucos minutos.

Para vídeos, o iPhone 6 Plus funciona muito bem. As filmagens acontecem em Full HD (1.080p a 60 fps) com estabilização óptica. Esse último recurso ajuda a filmar melhor em ambientes instáveis, como em um carro, ou quando estamos em locais lotados, como um show de música. Uma das coisas mais interessantes sobre os vídeos gravados iPhone é que ele pode equalizar o volume da cena, evitando que som atinja o nível de clipagem e, dessa forma, garantindo um bom resultado.

Configuração

O iPhone 6 Plus tem chipset A8, da própria Apple, que funciona em conjunto com o coprocessador M8, responsável pela captação de dados de sensores como o acelerômetro. O aparelho tem CPU dual-core Typhoon, baseada na edição v8, da ARM, e 1 GB de memória RAM.

Quem está acostumado a ver os chips quad-core da Qualcomm rodando com 3 ou 4 GB de RAM pode considerar o hardware fraco para os padrões atuais, mas essa configuração é o suficiente para que o iOS 8, bem como o iOS 9, funcionem perfeitamente.

A GPU PowerVR GX6450 é a responsável pela renderização gráfica e ela dá conta do recado. Jogos pesados como “Injustice: Gods Among Us”, “Asphalt 8” e “Real Racing 3″puderam ser executados sem perdas de framerate ou travamentos de qualquer sorte.

O aparelho da Apple tem Wi-Fi padrão AC dual-band, compatível com a maioria dos roteadores mais recentes do mercado. Para usar o Waze ou o Google Maps para chegar ao seu destino, o iPhone 6 Plus conta com as tecnologias de geolocalização A-GPS e GLONASS.

O botão home, assim como na edição 5s, traz o sensor de digitais Touch ID. Com ele, é possível autorizar o debloqueio do aparelho ou o acesso a uma conta no Goole Drive, por exemplo. A detecção biométrica acontece de forma ágil, levando pouco mais de um segundo, e é algo prático para o cotidiano, afinal, você passa a ter uma senha a menos para decorar.

Em termos de hardware, entretanto, fora as peças espefícicas feitas pela Apple, o iPhone 6 Plus não tem praticamente nada de exclusivo. Todos os concorrentes, como Samsung, LG e Sony já oferecem smartphones com recursos semelhantes.

Bateria

A bateria sempre foi o calcanhar de Aquiles dos iPhones. Porém, a Apple conseguiu melhorar consideravelmente a longevidade diária do seu maior smartphone. Com bateria de capacidade de 2.915 mAh, o aparelho tem carga para o dia inteiro. Ao final de um dia de uso relativamente intenso (tirando o aparelho da tomada às 7h, usando-o para ver notificações de hora em hora e passando por 30 minutos de jogo e 50 de Netflix no 4G), ainda sobrava 15% de bateria por volta das 23 horas.

No teste de uso intenso do INFOlab, o produto conseguiu mais de oito horas de reprodução de vídeos com Wi-Fi e Bluetooth ativos e brilho de tela no máximo. Esse é o melhor resultado já obtido por um smartphone da Apple, apesar de estar longe dos recordistas de duração de bateria. O Moto X Play, por exemplo, suportou o mesmo teste por mais de 13 horas. Ainda assim, se você quer um iPhone com bateria de verdade, o 6 Plus é a melhor escolha.

Vale a pena?

O iPhone 6 Plus é um excelente smartphone. Tudo que ele tem funciona bem, apesar de nada ser exatamente exclusivo. Se o preço for um fator limitante, opções vendidas pela Samsung, como o Galaxy S6, ou pela LG, que tem G4, são melhores nos termos da relação custo-benefício. Claro que nenhum desses aparelhos terá o mesmo design refinado do iPhone 6 Plus. Mas cada um deles têm características interessantes. O S6 tem câmera frontal melhor, enquanto o G4 é mais “flexível” por ter bateria removível e suporte para cartões microSD.

Ficha técnica

Sistema iOS 8 (com atualização para o 9)
Chipset Apple A9 + coprocessador M9
CPU Dual-core 1.4 GHz Typhoon
GPU PowerVR GX6450
RAM 1 GB DDR3
Armazenamento 16, 64 ou 128 GB
Tela 5,5 polegadas (Full HD)
Câmeras 8 MP e 1,2 MP
Conexões A-GPS, GLONASS, 4G e Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac dual-band
Peso xxg
Bateria 8h04

Avaliação técnica

Prós Ótimo design, câmeras que funcionam muito bem no modo automático e boa duração de bateria.
Contras Poucos ajustes manuais para fotografia, câmera traseira protuberante e preço alto.
Conclusão Ótimo aparelho com iOS e tela grande. Recursos exclusivos fazem falta.
Configuração 9,0
Usabilidade 8,9
Foto 9,7
Design 9,2
Bateria 8,0
Média 9.0
Preço R$ 3499