iPhone 5S terá opções de cor dourada e 128 GB, diz analista

Ming-Chi Kuo, da KGI Securities, também afirma que a Apple vai matar o iPhone 5 quando lançar o iPhone 5S e o iPhone 5C, em 10 de setembro

São Paulo — Como já foi divulgado, o Apple deve apresentar, no próximo dia 10, dois novos smartphones, o iPhone 5S e o iPhone 5C. O analista de mercado Ming-Chi Kuo, que antecipou a data de lançamento na semana passada, divulgou mais detalhes sobre o iPhone 5S. E ele afirma que a Apple vai descontinuar o iPhone 5.

Segundo o site Apple Insider, que teve acesso ao relatório de Kuo, o iPhone 5S (os nomes dos produtos não são oficiais) terá o novo processador A7, da Apple. O analista prevê que esse chip vá trazer um ganho de eficiência de cerca de 20%, ou seja, a relação entre consumo de energia e desempenho vai melhorar.

A câmera principal do iPhone 5S deve trazer dois melhoramentos. O sensor, diz Kuo, será o mesmo, de 8 megapixels, mas a lente terá uma abertura maior (f/2), o que deve melhorar as fotos de cenas escuras. Além disso, ele confirma que o flash fotográfico terá dois LEDs, como já foi divulgado antes. 

Ele também reafirma o que já havia dito na semana passada sobre o botão Home do iPhone 5S. Esse botão será saliente e coberto de safira, material muito resistente. Nele, ficará embutido o leitor de impressões digitais desse novo iPhone.

Enquanto o iPhone 5 é oferecido em opções de 16, 32 e 64 gigabytes de capacidade, o iPhone 5S terá também um modelo com 128 gigabytes, afirma Kuo. Outra novidade é uma terceira opção de cor. Além de branco e preto, haverá o iPhone 5S dourado. Por fim, Kuo diz que não haverá conexão sem fio NFC ao novo iPhone.

Mas a afirmação mais surpreendente dele, reproduzida pelo site Business Insider, é que a Apple vai descontinuar o iPhone 5. Até agora, a expectativa do mercado era que a Apple fosse matar o iPhone 4 e o 4S, mantendo o iPhone 5.


Fazendo isso, a Apple passaria a ter três smartphones nas lojas, em diferentes faixas de preço. O iPhone 5C, construído em plástico colorido, seria vendido pelo preço atual do iPhone 4 (1.099 reais no Brasil). Em seguida, viria o iPhone 5, com preço equivalente ao que custa hoje o iPhone 4S (1.699 reais).

O iPhone 5S seria vendido pelos preços atuais do iPhone 5 (de 2.399 a 2.999 reais, dependendo da capacidade). Com isso, a Apple passaria a ter um único tamanho de tela em seus smartphones, 4 polegadas. Passaria, também, a ter toda a sua linha de dispositivos móveis com o conector de dados Lightning, que estreou com o iPhone 5.

Mas Kuo, segundo o Business Insider, escreveu que a Apple vai matar o iPhone 5 e manter o iPhone 4S (o que é ainda mais surpreendente). Uma possível razão para isso é que, do ponto de vista funcional, o iPhone 5 e o 5C devem ser muito parecidos.

Para não confundir o consumidor com modelos similares de preços diferentes, a Apple teria decidido manter o iPhone 4S, que tem diferenças mais claras em relação aos novos modelos, como opção mais barata. O iPhone 5C seria, então, o modelo intermediário.

Kuo tem bom índice de acertos nas previsões que faz sobre a Apple. Mas só saberemos depois de 10 de setembro — isso se essa data, que também não é oficial, se confirmar.