iPhone 5c é achado no mar, funcionando após 142 dias na água

Celular sobreviveu por quase 6 meses no fundo do mar graças a bolsa à prova d’água

São Paulo – Se algum dia seu iPhone já caiu no vaso sanitário, você provavelmente sabe o desespero que foi para fazê-lo funcionar novamente. Imagine, então, perdê-lo na praia, em alto mar.

Pois foi exatamente o que aconteceu com um iPhone 5c encontrado pelo usuário do Facebook Julio Fiadi. A sorte é que ele estava envolto em uma bolsa à prova d’água.

Segundo Fiadi em seu post na rede social, ele estava mergulhando entre praias em Ilhabela, no litoral paulista, quando notou uma fita preta saindo da areia no fundo do mar, há 5 metros de profundidade.

Curioso, ele puxou a fita e viu subir um iPhone 5C dentro de uma bolsa estanque – que blinda o aparelho da água com vedação.

Ao levar o celular para casa, ele percebeu que o dispositivo estava seco e, claro, sem carga de bateria. Ele recarregou o iPhone, que estava bloqueado com um código.

Mas, segundo ele, foi possíver ver na tela a data da última utilização do aparelho: 31 de dezembro de 2014. O aparelho estava há exatos 142 dias no fundo do mar.

Pra recuperar o número do iPhone perdido, Fiadi retirou o chip e o colocou dentro de seu próprio celular. Assim, ele descobriu quem era o dono do aparelho: uma menina de 13 anos chamada Bárbara, que perdeu seu iPhone praticando stand up paddle.

Segundo o rapaz, a menina mal acreditou que seu celular ainda existe e funciona, e, em breve, ele irá entregá-lo a ela.

Se alguém tinha dúvidas de que uma bolsa estanque realmente funciona, essa história provavelmente acaba de resolver o mistério.

Vejam só….Hoje nadando entre as praias do Veloso e Curral em Ilhabela, ví uma fitinha preta saindo da areia lá no…

Posted by Julio Fiadi on Sexta, 22 de maio de 2015