iPhone 5 não terá suporte ao 4G brasileiro

A Anatel confirmou que o iPhone 5 homologado no Brasil não será compatível com as frequências da rede 4G estabelecidas para o país

São Paulo – A navegação móvel de alta velocidade pela rede 4G (LTE), um dos principais destaque do novo iPhone 5, não poderá ser usufruída pelos consumidores brasileiros.

A Anatel confirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o iPhone 5 homologado no Brasil não será compatível com as frequências da rede 4G estabelecidas para o país.

O 4G brasileiro, licitado em abril deste ano pela Anatel, funciona dentro das frequências 2,5 GHz e 2,69 GHz. No entanto, o iPhone 5 homologado no Brasil traz suporte somente para redes de até 1,98 GHz

Os problemas com a compatibilidade do 4G no iPhone 5 começaram logo após seu lançamento em 12 de setembro. Isto porque a Apple afirmou que iria lançar modelos do aparelho para suportar frequências distintas do LTE em todo o mundo.

Nos Estados Unidos a opção foi pela frequência de 700 MHz – que no Brasil é utilizada pelos sinais de TV analógica. Para países europeus a empresa optou pelas frequências 850 MHz, 1800 MHz, 1900 MHz e 2100 MHz.

Mesmo assim, a Apple enfrentou problemas na Europa Ocidental, em especial na Espanha, França e Itália, devido ao 4G do iPhone 5 não funcionar nessas regiões.

Com a homologação o iPhone 5 poderá iniciar suas vendas no Brasil a qualquer momento. No entanto, nenhuma operadora e nem mesmo a Apple confirmaram a chegada do dispositivo às lojas.

Os preços do iPhone 5 também não foram revelados. Nos Estados Unidos o aparelho é vendido por US$ 799 (16GB), US$ 899 (32GB) e US$ 999 (64GB), modelos desbloqueados..