iPad 5 deve ser mais fino e mais leve que o atual

A próxima geração do tablet virá com tela mais fina e outras novidades que devem reduzir o peso do aparelho, diz o noticiário taiwanês DigiTimes

São Paulo – O persistente rumor de que o iPad de quinta geração será mais fino e mais leve que o atual ganhou um reforço nesta semana. O noticiário DigiTimes, de Taiwan, afirma que a produção do iPad 5 vai começar em julho e que o novo tablet deve chegar às lojas em setembro.

Segundo o DigiTimes, o novo modelo terá a tela ligeiramente mais fina e molduras mais estreitas em volta dela. O noticiário diz que o novo iPad terá com uma única barra de iluminação de LEDs atrás da tela. O iPad 4 tem duas. Isso vai permitir reduzir o peso e o volume da tela.

Essas adaptações tornariam o próximo tablet da Apple entre 25% e 33% mais leve do que o iPad 4, segundo estimativas dos especialistas ouvidos pelo DigiTimes.

Em abril, já circulavam rumores que apontavam para uma próxima versão do iPad menor do que a mais recente. Na mesma época, supostas fotos do tablet foram divulgadas por um site francês.

Novo MacBook Air

Outro produto da Apple que pode surgir renovado em breve é o MacBook Air. Segundo o site Apple Insider, o modelo de 13 polegadas e 256 GB de armazenamento interno está esgotado na maioria dos revendedores credenciados nos Estados Unidos – o que pode ser o sinal de que uma nova versão está vindo por aí.


O novo MacBook Air deve ser lançado em junho, durante a próxima conferência anual de desenvolvedores da Apple, a WWDC. A empresa confirmou que vai lançar atualizações de seus sistemas operacionais durante o evento.

A próxima versão do MacBook Air deve contar com processadores da nova geração Haswell, da Intel. Eles vão permitir que o computadores consumam menos energia e tenham melhor performance gráfica. Entretanto, o site Cnet não acredita que o novo modelo venha com tela Retina.

“A inclusão de uma tela Retina parece ser uma insensatez, uma vez que esse tipo de recurso acarreta custos adicionais de produção e reduz a vida da bateria”, afirma o site especializado em tecnologia.