ION Audio AnyRoom Wireless Speaker

logo-infolab

Avaliação de Airton Lopes / Nem Bluetooth nem Wi-Fi. Para tocar o som de iPods, iPhones e iPads sem precisar de cabos, a AnyRoom possui um adaptador que deve ser plugado no conector de 30 pinos dos aparelhos da Apple. O alcance da dock, cerca de 15 metros, é menor do que o de modelos com AirPlay, tecnologia baseada no Wi-Fi, e pouco maior do que o do Bluetooth. A vantagem é que o streaming de áudio para o AnyRoom é feito com qualidade de CD. Nos testes, o som agradou pela nitidez em todas as faixas de frequência. As músicas ficaram melhores do que as executadas com o iPhone ligado ao AnyRoom por cabo. A desvantagem é que os equipamentos mais novos da Apple, equipados com o conector Lightning, e outros smartphones e tablets não são compatíveis com a conexão wireless desta dock.

Avaliação de César Pereira / A marca registrada do som produzido pela AnyRoom é a clareza em todas as frequências, apesar dos graves não serem muito fortes. E apelar para a equalização para tentar melhorar os graves não é muito eficaz, já que a dock não tem equalizador. Aliás, o único controlador que ela oferece é o de volume.

Outro problema encontrado na dock durante nossos testes é a qualidade do áudio quando seu volume está no nível máximo: o som fica bastante distorcido. E a potência é de 32 W, então, ela consegue fazer um barulho considerável. O macete no INFOlab foi deixar o volume da dock no médio e ir até o máximo no iPod ou iPhone. Quem gosta de um som pesado pode ficar um pouco desapontado com a dock por causa das faixas graves que deixam a desejar e pelo volume.

Enquanto outras docks costumam expandir a compatibilidade (afinal, quanto mais aparelhos possam se conectar a ela, maior o número de consumidores que podem se interessar pela compra), a ION Audio restringiu a AnyRoom apenas aos gadgets da Apple.

Não é preciso “abandonar” o aparelho para ligá-lo à dock: o conector não tem fios, o que permite que a conexão exista mesmo com seu iPhone, por exemplo, distante da dock. A distância máxima é, na teoria, de 15 metros e a qualidade do som é semelhante à de um CD. O conector aceito é o de 30 pinos, diferente do utilizado nos últimos lançamentos da Apple, que é o Lightning. Com um iPhone 5, por exemplo, será preciso utilizar um adaptador. O equipamento oferece entrada e saída RCA estéreo, mas um plug P2 seria bem-vindo.

Se a ideia é reproduzir músicas por Bluetooth ou Wi-Fi do seu Android, pode esquecer. O dock não suporta os dispositivos com sistema operacional do Google.

No visual, ela é bem discreta: retangular, preta, com os alto falantes na frente protegidos por uma tela. Relativamente compacta, mede 41,5 por 19 por 10,5 centímetros e pesa um pouco mais de três quilos. O botão para ligar, as conexões RCA estéreo, o controlador de volume e a entrada da fonte ficam na parte de trás, onde também está o pino para alterar a voltagem (a AnyRoom é bivolt, mas a troca é feita manualmente).

Por 729 reais, a AnyRoom poderia fazer bem mais. Por isso, a nota de custo-benefício dada para este dispositivo pelo INFOlab foi de 6,9. O principal problema encontrado por nós foi a incompatibilidade da dock com diversos dispositivos e conexões bastante limitadas; por esse valor, há outras opções no mercado que são mais completas. No entanto, para quem só pretende utilizar o iPad, iPod ou iPhone, essa característica não é uma falha tão grave e a clareza do som que ela produz em volumes medianos é um ponto importantíssimo a favor e o principal atributo da dock.

Ficha técnica

Potência 32 W
Entrada RCA estéreo
Saída RCA estéreo
Wireless 2,4 GHz
Compatibilidade iPod, iPhone e iPad (conector de 30 pinos)
Peso 3,1 kg

Avaliação técnica

Prós Qualidade de áudio; conexão sem fio com iGadgets antigos
Contras Adaptador wireless incompatível com iGadgets com conector Lightning; pouca compatibilidade com outros gadgets
Conclusão Dock com excelente clareza no som, ideal para quem tem música apenas em iGadgets
Áudio 8,0
Compatibilidade 7,5
Recursos 7,0
Conexões e controles 8,2
Design 7,7
Média 7.8
Preço R$ 729