Instagram vai bloquear hashtags com informações falsas sobre vacinas

Instagram revelou que vai tomar medidas contra a desinformação sobre vacinas

São Paulo – Durante um evento em São Francisco, EUA, na última quarta-feira (8), o Instagram revelou que vai começar a esconder hashtags que mostrem informações falsas sobre vacinas. Os bloqueios começam a partir de hoje, segundo a companhia, e a medida visa minimizar a propagação de informações inverídicas no aplicativo.

As falsas informações às quais a empresa se refere são as que foram publicamente verificadas como falsas por institutos de saúde importantes, como a Organização Mundial da Saúde e o Centro de Controle e Prevenção de Doenças. O Instagram também informou que informações não verificadas não serão removidas do ar.

Enquanto o Instagram toma essa ação preventiva contra as fake news, o Facebook ainda não removeu totalmente as propagandas anti-vacinação promovidas no site. A companhia prometeu, em março, que os anúncios contra as vacinas seriam removidos.

Representantes do Instagram afirmaram que publicações removidas por infração à regra de desinformação serão revisadas pelos moderadores de conteúdo da empresa. O aplicativo também usará técnicas de inteligência artificial para encontrar hashtags utilizadas em publicações falsas sobre vacinação. Se uma determinada hashtag tiver uma grande proporção de informações falsas associadas a ela, o aplicativo a bloqueará e não mostrará suas fotos nas buscas.

Veja também

As mudanças para prevenir a propagação de conteúdos falsos sobre vacinas ainda estão em estágio inicial. A empresa também planeja introduzir uma janela pop-up no seu aplicativo. A ideia é que, quando as pessoas pesquisarem sobre vacinas, elas sejam avisadas de que estão sendo direcionadas para informações verificadas sobre o assunto.

Bettina Fairman, a diretora de operações comunitárias do Instagram, disse que a ferramenta estará disponível para outros tipos de conteúdo nos próximos meses, como nudez. O usuário que tiver a publicação removida poderá exigir que o Instagram revise a decisão. O pedido, então, é enviado para um moderador de conteúdo diferente do que optou pela remoção. Se o pedido for novamente negado, o aplicativo enviará uma notificação informando o usuário sobre a decisão.