Incêndio fecha estrada para Yosemite Valley, na Califórnia

San Francisco - Uma estrada para o Yosemite Valley, importante local turístico no centro da Califórnia, foi fechada nesta quarta-feira por causa do colossal incêndio,...

San Francisco – Uma estrada para o Yosemite Valley, importante local turístico no centro da Califórnia, foi fechada nesta quarta-feira por causa do colossal incêndio, combatido por mais de 4.000 bombeiros, que queima ao oeste desse parque nacional às vésperas de um fim de semana prolongado nos EUA.

A medida foi tomada no momento em que os americanos se preparam para festejar o “Labor Day” (Dia do Trabalho, em 2 de setembro), quando milhões de turistas costumam visitar o Parque Nacional Yosemite.

O incêndio também ameaça contaminar a reserva de água Hetch Hetchy, que abastece os 2,6 milhões de habitantes da baía de San Francisco, cuja superfície começa a ficar coberta de cinzas.

Na semana passada, as autoridades fecharam a auto-estrada 120, principal rota de acesso ao parque pelo oeste. Há outras três maneiras de chegar: outra também pelo oeste, uma pelo sul e uma pelo leste.

Ao meio-dia desta quarta, foi fechada uma seção da rota Tioga que atravessa o parque horizontalmente, o que, na prática, bloqueia o acesso pelo leste para o espetacular Yosemite Valley, a região mais visitada no coração do parque natural.

A rota deverá permanecer fechada no fim de semana prolongado para que as equipes de bombeiros possam trabalhar na área, informou o superintendente de Parques, Don Neubacher.

O chamado “Rim Fire”, que cresceu até ocupar uma área maior do que a cidade de Chicago, estendeu-se a 76 mil hectares nesta quarta (quase 3.000 a mais do que no dia anterior). Os bombeiros controlaram apenas 23% das chamas até agora, segundo o site oficial de informação de incidentes InciWeb.

Deflagrado em 17 de agosto por razões desconhecidas, o fogo queima os bosques do oeste do parque Yosemite e se concentra no Parque Nacional Stanislaus, a cinco quilômetros da pequena cidade de Groveland, no condado de Tuolumne.

Mais de 4.100 bombeiros, apoiados por por 17 helicópteros, concentravam seus esforços para evitar que o fogo cresça para o leste, onde ficam Yosemite Valley e uma grande reserva de sequoias.

“O rápido crescimento do fogo e sua conduta extrema continuam obstaculizando os esforços para contê-lo”, anunciaram os bombeiros, em nota no Inciweb.

O fogo ameaçava 5.500 prédios nas comunidades das ladeiras de Sierra Nevada, a região montanhosa no centro da Califórnia. Segundo o Departamento Florestal e de Proteção de Incêndios, há cerca de 10 mil moradores na área.

Até o momento, 111 estruturas foram destruídas, entre elas, um popular acampamento de verão perto de Yosemite (o “Tuolumne Camp”, de Berkeley).

Autoridades de Yosemite declararam que, embora algumas estradas tenham sido fechadas, uma parte mínima de sua área foi afetada pelo fogo. As instalações continuam abertas ao público, acrescentou o governo local.