Importador passa a ter acesso ao Siscomex pela internet

Antes, os interessados tinham que instalar aplicativos em cada computador destinado a realizar a operação

Brasília – Declarar a importação ficará mais ágil e simples, a partir de hoje (23), com o registro e o acompanhamento da operação efetuados por meio da internet. Antes, os interessados tinham que instalar aplicativos em cada computador destinado a realizar a operação e havia ainda a necessidade de uma “rede dedicada” para ter acesso ao sistema chamado Siscomex (Sistemas de Comércio Exterior).

“O novo sistema permite consultas paralelas e beneficia, principalmente, o pequeno operador que não precisará, entre outras coisas, ter que baixar aplicativos para o seu computador. É uma alternativa para agilizar todo o processo. É um grande avanço no Siscomex Importação e a primeira grande mudança de plataforma tecnológica”, disse o subsecretário de Aduana e Relações Internacionais da Receita Federal, Ernani Argolo Checcucci Filho.

O Siscomex, que está em operação desde 1997, é um sistema informatizado que interliga importadores, exportadores, despachantes e órgãos do governo, entre eles a Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o Banco Central e a Receita Federal.

Com o Siscomex Importação Web, será possível ter acesso, por meio da internet, a vários aplicativos a partir de qualquer lugar e a qualquer momento, com a utilização da certificação digital. A Receita não soube informar o número exato de operadores que utilizam o sistema, mas calcula que são mais de 200 mil.

De acordo com Checcucci, o sistema é seguro e faz parte da estratégia de modernização tecnológica dos sistemas informatizados da Receita Federal, com transparência, agilidade e redução de custos nos processos aduaneiros. A interface do sistema também passou a ser mais amigável para os usuários, com navegação simples e acesso a diversos menus.