Hugo Barra deixa Google e motivo pode ser disputa amorosa

Depois de quase seis anos no Google, brasileiro deixa empresa para assumir posição na chinesa Xiaomi, uma das maiores fabricantes de smartphones da China

São Paulo – Hugo Barra, o engenheiro brasileiro a frente do Android no Google, está deixando a empresa depois de quase seis anos. De acordo com o próprio Barra, em post publicado em sua conta no Google+, sua próxima empreitada será uma posição na Xiaomi, uma das maiores fabricantes de smartphones da China. A empresa reconheceu, e comemorou, a chegada do brasileiro ao seu rol de funcionários com um tuíte em seu perfil oficial no Twitter.

Os motivos reais da saída de Barra, contudo, são obscuros. Segundo especulações de fontes ouvidas pelo blog de tecnologia do jornal The Wall Street Journal, o AllThingsD, e divulgadas pelo site Business Insider, a sua súbita demissão pode ter sido motivada por um “climão” que teria acontecido entre o brasileiro e ninguém mais, ninguém menos que Sergey Brin, um dos cofundadores do Google.

De acordo com os rumores, Barra teve um relacionamento amoroso com outra funcionária do Google, chamada Amanda Rossberg. Em seu perfil na rede social do Google, a jovem chegou a publicar, no ano passado, uma foto ao lado do brasileiro.

O envolvimento dos dois teria acabado recentemente e Amanda, que é gerente de marketing do Google Glass, estaria agora saindo com o patrão de Barra, e seu também: Brin. Para quem não se lembra, o desenvolvimento dos óculos de realidade aumentada foi liderado pelo cofundador do Google.


Coincidentemente, o anúncio de Barra e os rumores acerca dos motivos de sua saída vieram à tona quase que simultaneamente com a notícia, divulgada também pelo AllThingsD, de que Brin e sua esposa, Anne Wojcicki, vão se divorciar depois de seis anos de casamento. Segundo a porta-voz do casal, os dois já viviam separados há meses, mas seguem bons amigos.

Esta não seria a primeira vez que problemas amorosos afetam a vida corporativa do Google e a atual CEO do Yahoo!, Marissa Mayer, sabe bem disso. Enquanto era gerente de produto da empresa, especialmente responsável pela ferramenta de buscas, Marissa teve um caso com Larry Page.

Depois do fim do relacionamento, Marissa, que até então estava em ascensão na empresa, simplesmente parou de crescer. Aos poucos, a executiva perdeu projetos e funções até que foi realocada para um então produto secundário nos planos do Google, o Google Maps.

Hugo Barra

Funcionário do Google há cerca de seis anos, a saída de Barra do Android deixa a divisão do sistema operacional desfalcada, especialmente depois que seu fundador, Andy Rubin, deixou a empresa no início do ano.

Nascido em Belo Horizonte e formado em administração e engenharia no Instituto de Tecnologia de Massaschusetts (MIT), Barra viveu em diferentes cidades do mundo até ser convidado por outro brasileiro para se juntar a equipe do Google.

Para se ter noção do seu destaque dentro da empresa, Barra já subiu ao palco da Google I/O, conferência de desenvolvedores da empresa, para anunciar grandes produtos do Android, como o tablet Nexus 7 e, mais recentemente, a versão com Android puro do smartphone Galaxy S4, da Samsung.