HTC deve apresentar ao menos um dispositivo vestível na MWC

A HTC está desenvolvendo três aparelhos vestíveis, dois relógios inteligentes e uma pulseira que toca músicas, segundo a Bloomberg

São Paulo –  A fabricante HTC está trabalhando em três dispositivos diferentes de computação vestível, de acordo com informações da Bloomberg.

Um deles, inclusive, seria um relógio com foco no serviço Google Now. Ele é uma espécie de assistente pessoal que entende interesses de assunto do usuário, dá sugestões de como melhorar o deslocamento, mostra notícias de sites mais visitados, entre outras funções.

A empresa de Taiwan planeja mostrar pelo menos um desses dispositivos na Mobile World Congress, que acontece semana que vem em Barcelona, de acordo com a Bloomberg. O aparelho, no entanto, não deve ser mostrado à público. Ele será exibido somente a outras empresas como operadoras e varejistas presentes na feira.

O dispositivo em questão deve ser um relógio inteligente. De acordo com a fonte, ele foi construído usando como base o Toq, relógio inteligente lançado pela Qualcomm no ano passado. A tela do Toq conta com uma tecnologia chamada Mirasol, que não emite luz.

Os outros dois aparelhos devem ser o relógio usando o Google Now como base e uma pulseira para tocar músicas. Seria uma tocador de espécie de MP3  para ser usado grudado ao braço.

Sufoco

A empresa vem enfrentando dificuldades nos últimos anos. Houve uma diminuição considerável em sua participação no mercado, que vem preocupando acionistas e executivos.

No meio de 2012, a HTC saiu do Brasil. Nenhum de seus aparelhos, nem mesmo o elogiado HTC One, são vendidos oficialmente por aqui.

Em entrevista ao Financial Times, o presidente-executivo da empresa afirmou que o foco em computação vestível é algo “crítico” para a HTC. Sendo um mercado em popularização, criar um grande aparelho nesse nicho poderia dar alívio aos executivos.