HP investe em solução para cloud computing

Empresa anunciou a APN, tecnologia que permite aos desenvolvedores construir uma aplicação em cloud em minutos

Las Vegas – Depois das áreas de servidores e de armazenamento, agora chegou a vez dos fabricantes de infraestrutura de rede concentrar o foco na construção de soluções que possam atender a demanda das empresas por aplicações nas nuvens. Esta é uma das principais tendências da Interop, evento anual sobre tecnologia da informação, que começou nesta terça-feira, 8, em Las Vegas, nos Estados Unidos. O evento, que reuniu fornecedores e profissionais das áreas de infraestrutura e segurança de rede, tratou de temas como BYOD (gerenciamento de dispositivos móveis que o próprio funcionário traz para o trabalho), segurança e software de networking.

Alinhada com essas tendências, a HP anunciou a APN (Application Delivery Network), tecnologia que permite aos desenvolvedores construir uma aplicação em cloud em minutos, em vez de em um ou dois meses, como ocorre atulmente, diante da necessidade de se escrever milhares de linhas de código. A APN oferece um painel de gerenciamento único, o HP Intelligent Managment Center, que, de forma automatizada e orquestrada, elimina a necessidade de configuração manual de aplicações, redes e usuários, de acordo com a política da empresa e nível de serviços estabelecidos.

A aplicação foi desenvolvida em parceria com a F5, especializada no gerenciamento de aplicativos. Segundo Bethany J. Mayer, vice-presidente e gerente geral da HP Networking, a solução compreende as sete camadas preconizadas pela norma ISO, em que a HP domina as de base e a F5, as camadas mais altas, de aplicações. “Conseguimos acelerar o desenvolvimento de uma APP em 200%”, afirma a executiva.

O lançamento faz parte da estratégia de redes da HP denominada Flex, que está em evolução. “A APN traz 93% de redução de procedimentos e 900% de escalabilidade no desenvolvimento de aplicações”, enfatiza Mayer.

Dispositivos BYOD

De olho no crescente mercado de dispositivos wireless e nas tendências das empresas adotarem trabalho remoto, a HP também está disponibilizando ao sua solução de gerenciamento de dispositivos BYOD, multiplataforma. A solução de monitoramento de dispositivos de funcionários conectados em rede com ou sem fio, o HP Intelligent Management Center (IMC), promete substituir a infraestrutura legada de redes, que não oferecem flexibilidade, escalabilidade e automação necessárias para esse tipo de ambiente.


De acordo com Carlos Meza, gerente de produtos da HP Networking para América Latina, a Telefônica no Brasil já adotou essa tecnologia tanto para gerenciamento de seus funcionários como também para prestação de serviços aos clientes. Um dos clientes de relevância é o Estado de São Paulo, que instalou 34 mil roteadores nas escolas. “Depois do Brasil, onde a Telefônica já tinha um relacionamento tradicional com a HP, a solução está em implantação nas demais subsidiarias do grupo em países da America Latina”, explica Meza.

Conectividade segura

A HP também apresenta na Interop uma evolução de VPN (rede virtual privada), em que os roteadores instalados nas filiais têm alta capacidade de se autoconfigurar, sem a intervenção de um técnico especializado. A solução é voltada para pequenas e médias empresas que normalmente não contam com profissionais especializados, denominada de zero touch (sem toque). Através do HP IMC se obtém visibilidade de cada dispositivo na rede por meio do gerenciamento em um único painel de controle e uma plataforma de virtualização, que faz parte da arquitetura HP FlexNetwork.

Para evitar o downtime das redes devido o aumento do número de dispositivos móveis conectados, compartilhamento de vídeo e aplicativos em cloud (como os de redes sociais) conectados à rede de um escritório, a HP anunciou também um novo switch, o HP série 10500, que promete melhorar o desempenho das aplicações de forma consistente e confiável.

“’O HP série 10500 aumenta o desempenho dos aplicativos de mídia, como voz e vídeo, com latência 75% mais baixa e taxa de transferência 1.090% maior do que a concorrência. O equipamento também oferece densidade 526% maior de portas 10 GbE para eliminar gargalos de rede e melhorar a largura de banda. O HP 10500 suporta quatro portas 40 GbE com a possibilidade de adição de novas placas de linha e usa HP Intelligent Resilient Framework, uma inovação da HP que permite que vários switches sejam virtualizados e operem como um único switch”, afirma Meza, acrescentando que ele já esta preparada poara aceitar as futuras placas de 100 GbE.