Hotéis Marriott usam Oculus Rift para “teleportar” viajantes

Tecnologia de realidade virtual permite visitar lugares como Londres e o Havaí e sentir os cheiros, o vento e até as vibrações desses locais

São Paulo — A rede de hotéis Marriott criou uma cabine que permite viajar virtualmente para lugares como Londres e o Havaí sem sair de onde está. Nela, o viajante virtual usa uma máscara de realidade virtual Oculus Rift, agora um produto do Facebook.

A cabine, que a Marriott chama de Teleporter, tem dispositivos que liberam odores típicos do lugar que está sendo visitado.

Tem também ventiladores que simulam o vento, um aquecedor que transmite a sensação de um banho de sol, um sistema que imita a névoa da praia e até um piso vibratório – além de um computador que controla tudo isso.

A Teleporter vai circular por oito hotéis da rede Marriott nos Estados Unidos durante as próximas semanas, como parte de uma campanha de marketing da empresa. 

Não há a intenção de que a realidade virtual substitua as viagens reais. Mas, no futuro, essa tecnologia pode ser usada para mostrar possíveis destinos a pessoas que estão planejando uma viagem e para vender serviços turísticos. 

Este vídeo mostra como seria ir a Londres e observar a cidade do alto de um prédio por meio do Oculus Rift:

//www.youtube.com/embed/AWxSOjfqMvI?rel=0

Este outro vídeo mostra o projeto e a construção da Teleporter:

//www.youtube.com/embed/a9725H0ls7c?rel=0