Governo compra robôs para auxiliar na segurança da Copa

Os equipamentos, que são uma espécie de veículo terrestre não tripulado, serão utilizados em trabalhos de vigilância, detecção e desativação de explosivos, entre outras funções

São Paulo – O governo federal adquiriu um pacote que inclui robôs, para reforçar o esquema de segurança para a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, com custo aproximado de US$ 7,2 milhões, de acordo com empresa que venceu a concorrência para oferecer o serviço.

Os equipamentos, que são uma espécie de veículo terrestre não tripulado, serão utilizados em trabalhos de vigilância, detecção e desativação de explosivos, entre outras funções, segundo a iRobots.

A entrega dos robôs, peças de reposição e outros equipamentos está prevista para dezembro deste ano, ainda de acordo com comunicado emitido pela empresa americana.

Brasil tem montado aparato com de 3 mil a 5 mil agentes de segurança em cada uma das 12 sedes para a Copa do Mundo. O governo ainda prepara um reforço das equipes de defesa, com compra de aviões teleguiados (drones), de fabricação israelense.

Nas fronteiras do país, o efetivo será de 20 mil agentes, para fins de reforço de vigilância.