Google vai encerrar sincronia entre apps Fotos e Drive

Usuários terão a opção de escolher o que importar

São Paulo – A sincronização automática de fotos do Google Drive para o aplicativo Fotos da companhia é algo que acontece há bastante tempo. Porém, a conexão entre esses serviços chegou ao fim nesta semana. O motivo? A integração era confusa para os usuários.

A fim de simplificar a experiência de uso, os gerentes de produto de cada aplicativo, Dan Schlosser e Jason Gupta, acordaram em alterar a maneira como a sincronização é feita. Com a mudança acontecendo efetivamente em julho deste ano, as fotos armazenadas no Google Drive não passarão automaticamente para o Fotos. Além disso, se o usuário deletar alguma imagem em um dos aplicativos, ela não será automaticamente deletada do outro.

Em um post do blog oficial do Google, Schlosser e Gupta relataram que a mudança servirá para prevenir ações acidentais que afetem ambos os produtos. “Essa mudança é projetada para ajudar a prevenir a eliminação acidental de itens através dos produtos”, escreveu a dupla.

A partir de agora, o Google disponibilizará uma opção chamada “importe do Drive” para o Fotos. No entanto, o usuário terá duas versões da mesma imagem, sem qualquer conexão entre elas. Se o item copiado tiver a mesma qualidade do original, ele ocupará um espaço grande em ambos aplicativos, o que é um fator negativo.

Se o usuário ainda desejar ter o arquivo nos dois aplicativos, a melhor solução parece ser o aplicativo de backup e sincronização do Google para computadores Windows ou Mac. De acordo com a empresa, os itens que forem enviados para o aplicativo serão contabilizados, na questão de espaço, uma única vez.

O Google ainda afirma que, mesmo com a mudança, os itens já sincronizados não serão apagados automaticamente. Ou seja, você mesmo terá que fazer isso – se quiser liberar espaço no Drive, que tem assinatura, apesar do limite de 15 GB de uso gratuito.