Google projeta brinquedo inteligente que entende humanos

Patente registrada pelo Google nos Estados Unidos é de brinquedo inteligente que reage à presença humana e que se conecta a outros aparelhos

O gigante da Internet Google registrou uma patente nos Estados Unidos para brinquedos inteligentes que reagem à presença de humanos em um cômodo e podem interagir com outros aparelhos eletrônicos.

Em um esboço publicado pelo Escritório de Patentes de Estados Unidos, pode-se ver o que parecem ser coelhos e ursos de pelúcia com microfones integrados nas orelhas, câmeras nos olhos, alto-falantes na boca e motores no pescoço.

O brinquedo foi descrito como capaz de ouvir alguém, virar a cabeça para fazer “contato visual”, ouvir o que se diz e responder com frases pré-gravadas.

Além disso, podem se comunicar com aparelhos eletrônicos por tecnologia sem fio – WiFi ou Bluetooth -, tocar música, ou pôr um filme para rodar.

Publicada na quinta-feira, a patente fala da possibilidade de usar esse tipo de brinquedo como um “controle remoto inteligente”, que pode centralizar a gestão de todos os aparelhos do lar.

“O aparelho antropomórfico pode ser uma boneca, ou um brinquedo parecido com um humano, um animal, uma criatura mítica, ou um objeto inanimado”, indica a patente.

Também pode ter a função de reconhecimento facial, identificando “quem está olhando”, acrescentam os documentos divulgados.

Richard Wayne DeVaul e Daniel Aminzade são os criadores do invento. O pedido de patente foi apresentado em fevereiro de 2012.