Google Pixel 4 traz radar, câmera dupla e design reinventado

Aparelhos já estão em pré-venda e chegam ao mercado no dia 24 de outubro por 799 dólares

São Paulo – O Google revelou os novos smartphones Pixel 4. A quarta geração do celular será lançada em dois modelos – sendo um com tela maior –, e traz inovações no design e nas câmeras. Já em pré-venda, os celulares chegam oficialmente ao mercado no dia 24 de outubro. Sem vendas no Brasil, os smartphones vão custar a partir de 799 dólares para a versão tradicional e 899 dólares para o Pixel 4 XL.

Design

O desenho minimalista da linha foi mantido, mas traz algumas novidades em relação aos modelos antecessores. Disponível nas cores preta (Just Black), branca (Clealy White) e laranja (Oh So Orange) – esta última com vendas limitadas –, o aparelho tem acabamento em vidro e traz um cubro traseiro semelhante ao utilizado no iPhone 11 para posicionar as câmeras

Multicolorido: Pixel 4 chega em três opções de cores

Multicolorido: Pixel 4 chega em três opções de cores (Drew Angerer/Getty Images)

Em relação as telas, elas medem 6,3 polegadas para o Pixel XL, que tem resolução Quad HD+, e 5,7 polegadas para a versão tradicional. Uma boa novidade é a ausência do notch no display central para inserir a câmera frontal. Em vez disso, a companhia de Mountain View optou por uma tela que não ocupasse toda a extensão frontal do aparelho.

Essa decisão, contudo, não levou em conta somente critérios estéticos. Ao lado da câmera frontal, o Google posicionou novos sensores para reconhecimento facial e gestual. Os componentes substituem os sensores biométricos físicos que desde a primeira geração do Pixel eram posicionados na parte traseira do aparelho.

Radar

A principal novidade do Pixel 4 é a presença de um radar chamado Projeto Soli. Posicionado próximo da câmera frontal, o pequeno dispositivo é capaz de detectar movimentos de forma mais ágil. É possível acenar para o smartphone para pular músicas, acionar ou desligar o alarme e até para rejeitar chamadas telefônicas.

Radar de movimentos fica localizado próximo da câmera frontal 

Radar de movimentos fica localizado próximo da câmera frontal  (Google/Reprodução)

O componente também é útil na hora de desbloquear o celular, já que consegue identificar mais rapidamente o rosto do usuário que está manuseando o aparelho. A expectativa é de que a tecnologia obtenha resultados semelhantes aos apresentados pelo recurso Face ID, introduzido pela Apple nos iPhones.

Câmeras

O Google rendeu ao mercado e vai apostar em um esquema de câmera dupla para a sua nova linha de smartphones. A inclusão de uma lente teleobjetiva, responsável pelo aumento do zoom em até duas vezes e aprimoramentos como Live HDR+ – que mostra o resultado da foto com o efeito antes mesmo da captura – são algumas das inovações, tal como uma melhora no modo Night Sight para a captura de imagens com exposição em longo período.

Há ainda uma nova versão do chip de processamento fotográfico Pixel Neural Core. O componente é responsável por melhorar fotografias tiradas com pouca iluminação.

Pixel Pixel 4: quarta geração do smartphone do Google continua apostando em um design minimalista, mas desta vez com novidades estéticas

Pixel 4: quarta geração do smartphone do Google continua apostando em um design minimalista, mas desta vez com novidades estéticas (Jeenah Moon/Bloomberg)

Para os aficionados por câmeras de plantão, os aspectos técnicos dos sensores são semelhantes aos implementados no Pixel 3. A câmera principal traz 12 megapixels e abertura f/1.7, enquanto a teleobjetiva faz fotos em 16 megapixels e tem abertura de f/2.4. Já a gravação de vídeos tem resolução Full HD na câmera frontal e 4K no sensor traseiro.

Hardware

Equipados com processador Snapdragon 855, os novos celulares do Google, é claro, chegam ao mercado já com o sistema operacional Android 10. Ambos os modelos contam com 6 GB de memória RAM e são comercializados em versões com armazenamento interno que variam entre 64 GB, 128 GB e 256 GB. A bateria do Pixel 4 é de 2.800 mAh, enquanto o Pixel 4 XL tem 3.700 mAh.

A plataforma conta com uma nova versão do Google Assistente. A assistente virtual está mais inteligente e dinâmica com o recurso “Continued Conversation”. Agora, ela pode entrar nas conversas sem ser especificamente chamada pelo comando de voz “Ok, Google”. Para garantir a privacidade dos consumidores, o Google afirmou que todas as comunicações trocadas serão criptografadas e mantidas em sigilo pelo próprio usuário.

Preço

Os novos celulares do Google chegam ao mercado internacional custando a partir de 799 dólares para a versão tradicional de 64 GB e 899 dólares para o Pixel 4 XL na mesma configuração. Os preços para modelos com 128 GB de armazenamento são de 899 e 99 dólares respectivamente.

Ficha técnica:

  • Processador: Snapdragon 855
  • Memória RAM: 6 GB
  • Espaço interno: 64 GB, 128 GB ou 256 GB
  • Tela e resolução: display OLED de 5,7 polegadas Full HD+ (Pixel 4) e 6,3 polegadas Quad HD+ (Pixel 4 XL)
  • Sistema Operacional: Android
  • Câmeras: Principal com 16MP + 12 MP e gravação em 4K e frontal com 8 MP e gravação em Full HD
  • Câmera frontal: 8MP, grava em Full HD
  • Bateria: 2800 mAh (Pixel 4), 3700 mAh (Pixel 4 XL)
  • Preço: a partir de 799 dólares (Pixel 4) e 899 dólares (Pixel 4 XL)