Google: o Glass não teve o impacto que nós esperávamos

Executivo afirmou que o Google Glass não teve o impacto esperado pela empresa. Projeto deve aparecer com novo foco durante 2015

São Paulo – O Google admitiu que o Glass não teve o impacto esperado. O chefe de finanças da empresa, Patrick Pichette, afirmou isso enquanto apresentava os resultados financeiros de 2014 do Google.

Durante a conferência, Pichette falou sobre o projeto do Google Glass, os óculos inteligentes da empresa. Em linhas gerais, ele resumiu o que muita gente já sabia: o Google Glass foi uma decepção.

“Quando times não são capazes de superar obstáculos, mas nós pensamos que ainda existe uma promessa, nós pedimos que eles tirem uma pausa e definam uma nova estratégia, como fizermos no caso do Glass”, disse o executivo.

“Nessas situações, quando projetos não têm o impacto que nós esperávamos, nós tomamos decisões duras”, completou.

De fato, recentemente o Google fez algumas grandes mudanças na equipe. De acordo com o Wall Street Journal, o Glass será lançado em uma versão nova durante 2015, depois da recepção morna do público.

A empresa também anunciou um novo chefe para o projeto. Ele será Tony Fadell, fundador da Nest, empresa de eletrônicos conectados que foi adquirida pelo Google.

Fadell foi um dos homens mais importantes no desenvolvimento do iPod. Ele trabalhou diretamente com Steve Jobs na Apple e é chamado por alguns de “pai do iPod”.

Sem dúvidas, a primeira medida que o Google precisa tomar para deixar o Glass mais atraente ao público é mudar o preço. O gadget foi lançado por 1.500 dólares, preço bem pouco convidativo.