Google consegue aprovação dos EUA para lançar sensor de movimentos

Tecnologia pode decretar o fim da “era touchscreen”

São Paulo – O Google acaba de conseguir aprovação da FCC, órgão regulador americano, para continuar desenvolvendo o Projeto “Soli”, sistema de sensores baseados em radar que permite o controle de dispositivos com os gestos das mãos, sem a necessidade de tocá-los.

O Soli, criado pelo grupo de Tecnologia e Projetos Avançados do Google (ATAP), teve início em 2015 e vinha aguardando a autorização do FCC para prosseguir o desenvolvimento e lançar seu sistema no mercado. Parte do impasse se devia a um protesto feito pelo Facebook, que alegava que o amplo uso dos radares, como planejado inicialmente pelo Google, poderia interferir no desempenho de aparelhos próximos. Após um acordo, o Google aceitou diminuir a potência de seus radares.

A tecnologia desenvolvida pela ATAP aprimora o uso dos radares para reconhecer micro-movimentos e fazê-los interagir com os diversos tipos de dispositivos que podem emitir os sinais. Por serem pequenos e potentes, os radares podem ser inseridos em smartwatches, por exemplo, liberando o usuário da necessidade de tocar a tela.

Assistentes de voz, smartphones, caixas de som e vários dispositivos equipados com Internet das Coisas poderão se beneficiar da novidade. Ao site The Verge, a empresa ainda não explicou por onde pretende começar a lançar o sistema no mercado.

Confira abaixo um vídeo explicativo lançado em 2015 pela equipe de pesquisas do Google (em inglês, com legenda automática):