Games de dança divertem – e ajudam a emagrecer

Especialistas atestam eficácia de títulos na queima de calorias. Mas apontam cuidados necessários a jogadores que querem rebolar diante da TV

Sensores de movimento – como Kinect, Move e o controle do Wii – contribuíram para a popularização dos videogames, que saíram do quarto das crianças para ocupar lugar de destaque nas salas de estar. Além disso, criaram um novo nicho: o dos “jogos saudáveis”. Além dos games de esportes, que obviamente incentivam a prática de exercícios físicos, outro filão que vem ganhando adeptos é o de simuladores de dança.

O título mais popular do gênero é a franquia Just Dance, da Ubisoft, que já está em sua terceira edição. Segundo relatório anual da Entertainment Software Association, baseado em dados da The NPD Group, o Just Dance 2 foi o sétimo jogo mais vendido nos Estados Unidos em 2010. Juntas, as três edições do título já atingiram a marca de 25 milhões de unidades vendidas.

De olho no mercado de games, que deve faturar 72 bilhões de dólares até 2015, os estúdios têm apostado nos simuladores de dança e fechado acordos milionários com as gravadoras que detêm os direitos autorais de campeões de audiência como Lady Gaga, Rihanna, Black Eyed Peas e Katy Perry. Com músicas atuais e conteúdo extra disponível para download, os títulos se renovam ano a ano e passam de coadjuvantes a protagonistas nas festas de família.

Segundo o médico Walmir Coutinho, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, estudos recentes sugerem que games do gênero podem de fato auxiliar no emagrecimento. “Esses jogos queimam calorias e podem contribuir para a perda de peso”, diz. “Há, é claro, uma variação na intensidade da queima, de acordo com a intensidade e ritmo do exercício.

Mas a dança ajuda muito nesse processo.” O benefício proveniente da prática de rebolar diante da telinha, contudo, não deve ser comparado ao obtido por atividades como natação ou outras modalidades. “Os jogos eletrônicos contribuem para a manutenção da saúde, mas não substituem a academia”, diz o médico.

As coreografias desenvolvidas por dançarinos profissionais exigem força do jogador. Para aguentar o ritmo e ter fôlego para dançar uma música inteira é importante avaliar o que a sequência de movimentos demanda. O ortopedista Fabio Ravaglia, presidente do Instituto Ortopedia & Saúde, chama a atenção para alguns cuidados importantes que o usuário deve tomar antes de imitar a Jennifer Lopez em frente à TV. “É preciso fazer alongamento antes e depois de jogar: trata-se de uma atividade aeróbica”, diz. Ravaglia também reforça a necessidade de usar tênis e roupas adequadas, a fim de evitar lesões.

À toa em casa? Confira algumas sugestões para Wii, Xbox 360 e PlayStation 3 que podem ajudar na manutenção de uma vida saudável na próxima página. Atenção, os vídeos podem não funcionar em tablets iPad.


Just Dance 3

O jogo, terceira edição da franquia de dança da Ubisoft, aposta no minimalismo e nas músicas de sucesso para ganhar a simpatia do público. Como nas edições anteriores, o game reúne canções artistas populares, como Katy Perry, Kiss, Lenny Kravitz e Cee Lo Green. O jogo possui recurso multiplayer e também um programa voltado àqueles que buscam em casa soluções práticas para o fim do sedentarismo. A partir de um programa de sete dias, no qual o game indica uma série de danças, é possível acompanhar o desempenho e também a evolução nas coreografias.

Produtora: Ubisoft
Plataformas: Wii, PlayStation 3 e Xbox 360

Everybody Dance

O jogo da Sony tem mecânica similar à de Just Dance – o jogador só precisa imitar os movimentos do avatar durante a coreografia – e uma lista de canções de sucesso, como Born This Way, da Lady Gaga, Party Rock Anthem, do LMFAO, e Dancing With Myself, de Billy Idol. O maior trunfo de Everybody Dance, contudo, está em seus recursos de compartilhamento. O jogo registra o desempenho do usuário em foto e vídeo e permite a distribuição desse material nas redes sociais. O game dá ainda ao jogador a chance de conferir, em uma galeria, os melhores momentos de participantes de todo o mundo.

Produtora: Sony Computer Entertainment America (SCEA)
Plataformas: PlayStation 3

Dance on Broadway

Diferente de jogos de dança tradicionais, fundamentados em canções comerciais contemporâneas, o Dance on Broadway, da Ubisoft, foi desenvolvido com base em grandes musicais americanos. As coreografias, portanto, fazem referência a Fame, Roxie, Hairspray, Cabaret e Dreamgirls, entre outros. O título é uma boa opção àqueles que preferem uma atividade leve, já que as danças não exigem muito dos jogadores. O game oferece dois modos de atuação: Became a Star, onde o usuário evolui na carreira de dançarino, e Party Play?, através do qual é possível escolher aleatoriamente um musical para atuar.

Produtora: Ubisoft
Plataformas: PlayStation 3 e Wii

SingStar Dance

SingStar é tradicionalmente um jogo de karaokê, mas na versão Dance é possível também reproduzir coreografias. São 30 músicas de artistas como Gloria Gayner (I Will Survive), The Jackson 5 (I Want You Back), Gossip (In The Way Of Control) e Lady Gaga (Poker Face). A performance do jogador é medida por meio de uma pontuação e, a exemplo do que acontece em Everybody Dance, o jogo grava os melhores momentos da dança. O sistema é pouco sensível aos movimentos e as coreografias são muito complexas para iniciantes.

Produtora: Sony Computer Entertainment America (SCEA)
Plataformas: PlayStation 3