Fundador do Android, Andy Rubin vai sair do Google

Empresa anunciou que o fundador da divisão de negócios móveis e diretor dos esforços da companhia na robótica está deixando a companhia

O Google anunciou no final da quinta-feira que Andy Rubin – fundador de sua divisão de negócios móveis Android e diretor dos esforços da companhia no nascente campo da robótica, está deixando a companhia.

Rubin vai fundar uma companhia dedicada a apoiar empresas iniciantes interessadas em criar produtos de tecnologia de hardware, afirmou o Google em comunicado.

James Kuffner, cientista no Google e membro do grupo de robótica, vai substituir Rubin, acrescentou a companhia.

No ano passado, o chefe da área de navegador e aplicativos do Google Sundar Pinchai substituiu Rubin como diretor da divisão Android, o que deixou a plataforma para dispositivos móveis, aplicativos e o navegador Chrome sob um mesmo teto.

Rubin ajudou a desenvolver o Android como uma plataforma de software aberta e de código-livre utilizada atualmente pelos maiores fabricantes de celulares do mundo.