Fim do suporte ao Windows 7 afeta quatro a cada 10 computadores no Brasil

Computadores que usam o sistema operacional lançado em 2009 estão em risco de invasão por cibercriminosos

São Paulo – O fim do suporte técnico oficial da Microsoft ao sistema operacional Windows 7 afeta quase quatro em cada dez computadores no Brasil que ainda têm essa versão do software instalada. Segundo a empresa de segurança digital russa Kaspersky, 37% dos computadores usam esse sistema, acima da média da América Latina, que é de cerca de 30%. O Brasil é seguido por países como Argentina (35%), Colômbia (33%), Peru (29%) e México (28%).

No mundo, a situação é similar. Segundo a consultoria de dados NetMarketShare, que reúne informações sobre acessos à internet, o Windows 7 é usado por 32,7% dos computadores, atrás apenas do sistema operacional Windows 10, o mais recente da Microsoft, que tem parcela de mercado de 47,6%. Ainda há no mundo máquinas que usam sistemas mais antigos, como o Windows 8,1 e o Windows XP, cada um com cerca de 2% de mercado.

A Microsoft ainda oferece atualização grátis para o sistema Windows 10 para quem possui computadores com o sistema Windows 7. A única recomendação oficial da empresa relação aos usuários desse sistema, lançado em julho de 2009, é que os computadores devem ter a versão mais recente do Windows instalada – no caso, o Windows 10. A Kaspersky também recomenda a migração para um sistema operacional mais recente.

Por que atualizar?

Sem o suporte técnico oficial da Microsoft para o sistema operacional, novas falhas que podem ser encontradas por hackers não serão mais corrigidas por meio de atualizações. Com isso, o computador do usuário fica em risco de invasão ou roubo de dados pessoais.