Fechar aplicativos no iPhone pode fazer bateria durar menos

Essa prática pode piorar a autonomia de energia do smartphone, segundo um ex-técnico da Genius Bar, da Apple

São Paulo – A dica mais comum de se encontrar na internet para economizar a bateria do iPhone é fechar os aplicativos que estão sendo executados em segundo plano.

Entretanto, essa prática pode piorar a autonomia de energia do smartphone, segundo um ex-técnico da Genius Bar, da Apple, setor de especialistas que normalmente fica alocado nas lojas da empresa. As informações são do LifeHacker.

Scotty Loveless explica a teoria em seu blog, afirmando que, ao fechar um app que você usa com frequência, você está, na verdade, gastando mais bateria em longo prazo.

“Ao fechar um aplicativo, você o tira da memória RAM do iPhone. Apesar de você achar que isso é bom para a duração da bateria, não é. Quando você abre novamente o app, ele terá que ser carregado outra vez na memória do aparelho. Esses processos de abrir e fechar aplicativos estressa mais o seu smartphone do que se você deixá-lo como está”, escreve Loveless.

“Além disso, o iOS fecha automaticamente apps caso ele precise usar mais memória, então voce está fazendo algo que o seu iPhone já faz para você.”

Loveless diz ainda que os aplicativos em segundo planos não estão em execução, já que o sistema iOS os congela em um certo ponto para que retomá-los seja um processo rápido.

A menos que o usuário tenha permitido que os aplicativos sejam executados em segundo plano — algo que pode ser desabilitado no menu “Ajustes” —, eles só podem funcionar fora da tela principal se estiverem tocando música, gravando um áudio ou checando ligações por internet (VOIP), como fazem o Skype e o Viber.