Facebook quer criar seu próprio sistema operacional

Companhia de Mark Zuckerberg não quer mais ficar dependente do Android, desenvolvido pelo Google

São Paulo – Depois da Huawei, outra gigante da tecnologia pode abandonar o sistema operacional Android. Desta vez, e por motivos bem diferentes, não será uma fabricante de smartphones, mas o Facebook. A empresa de Mark Zuckerberg está cogitando criar a sua própria plataforma móvel.

De acordo com o TechCrunch, a companhia de Menlo Park contratou o engenheiro de software Mark Lucovsky. O especialista em sistemas operacionais e que trabalhou na criação do Windows NT, da Microsoft, será o responsável por gerenciar uma equipe que trabalhará para desenvolver uma nova plataforma de comando móvel.

O sistema operacional do Facebook será utilizado nos produtos desenvolvidos pela companhia, como o visor de realidade virtual Oculus e o smart speaker Portal. Atualmente os dois produtos ainda são dependentes do Android. 

“Queremos garantir que a próxima geração tenha espaço para nós”, disse Andrew Bosworth, vice-presidente de hardware do Facebook. “Não podemos confiar no mercado ou em nossos concorrentes para ter certeza de que isso vai acontecer.”

Além disso, o plano é também criar uma plataforma que possa integrar mais rapidamente os serviços comandados pela empresa, como os aplicativos WhatsApp, Instagram e Messenger, por exemplo.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que a empresa de Zuckerberg tenta criar um sistema operacional do zero. Em 2013, o Facebook chegou a rodar uma versão modificada da plataforma Android em um celular com hardware fabricado pela chinesa HTC. O produto não conquistou o mercado e logo foi abandonado.