Facebook planeja recursos para monitoramento da saúde

Movimento faz sentido não só pelo interesse do mercado na área, mas também porque a rede adquiriu neste ano o aplicativo Moves, que monitora atividades físicas

São Paulo – Depois do Google e a Apple anunciarem novidades para utilizar a tecnologia para monitoramento da saúde ou atividades físicas, o Facebook deve ser o próximo a apostar na área.

A rede social estaria trabalhando para criar aplicativos neste segmento e dar apoio a grupos que conectem pessoas com estilos de vida ou alimentação semelhantes, afirmam reportagens da Reuters e do jornal americano The Washington Post.

Uma outra equipe da empresa ainda estaria considerando criar aplicativos de prevenção de doenças.

O movimento faz sentido não só pelo interesse do mercado na área, mas também porque o Facebook adquiriu neste ano o aplicativo Moves, que monitora atividades físicas.

O Facebook estaria realizando uma série de reuniões com representantes da indústria farmacêutica e estaria organizando a criação de um grupo de pesquisas e desenvolvimento na área.

A ideia é que as soluções para saúde e bem-estar sejam lançadas como apps separados da rede social, apesar da empresa acreditar que as novidades possam aumentar o engajamento dos usuários no site.

Segundo a Reuters, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, e sua mulher Priscilla Chan recentemente prometeram doar US$ 5 milhões para o Ravenswood Health Center, em Palo Alto, um centro de cuidados com a saúde.