Facebook passa a oferecer antivírus para usuários com PCs infectados

Iniciativa foi tomada em parceria com Trend Micro e F-Secure, e oferecerá a instalação de HouseCall ou Online Scanner para limpar computadores infectados

O Facebook anunciou nesta terça-feira uma boa novidade para os mais preocupados – ou mesmo despreocupados – com segurança. A partir desta semana, a rede social oferecerá o download e a instalação de antivírus para usuários que acessarem o site por meio de dispositivos infectados.

A iniciativa foi tomada em parceria com as empresas Trend Micro e F-Secure, donas das duas ferramentas antimalware integradas aos sistemas de detecção e prevenção de abusos. Segundo a equipe de segurança do Facebook, esses são os mesmos sistemas usados pela rede social para “bloquear links maliciosos e sites perigosos” entre os cliques dos usuários.

O HouseCall (Trend) e o Online Scanner (F-Secure) são voltados para grupos específicos de ameaças, e nenhum dos dois programas fica permanentemente instalado no computador. Eles funcionam, portanto, de forma diferente dos “active scans” dos antivírus tradicionais, e justamente por isso não devem conflitar com os software eventualmente já instalados no PC – mais ou menos como acontece com os mais conhecidos Spybot e Malwarebytes.

O funcionamento dessa integração é simples. Nas palavras da equipe de segurança da rede social, “ao fazer o login por um aparelho infectado, você verá uma tela de notificação sobre uma infecção por malware, junto com a recomendação para usar a tecnologia de escaneamento e limpeza da F-Secure ou o HouseCall da Trend Micro”.

Apesar de ser recomendável que você confirme o download, dá para ignorar a sugestão e continuar navegando – mas o site deixa claro que os avisos podem voltar a aparecer. No caso de você aceitar e rodar um dos dois programas, a visita à rede social não será interrompida, e uma nova notificação será emitida quando a varredura terminar.

Não fica claro no comunicado emitido pelo Facebook, mas a ferramenta da Trend Micro é compatível com Windows acima do 7 e Mac OS superior ao 10.7, enquanto a da F-Secure roda nos sistemas da Microsoft a partir do XP. Aliás, de acordo com o mesmo texto, novas opções de software devem ser integradas à rede social “no futuro”.