Facebook apaga post em que é acusado de racismo

Ex-funcionário veio a público no final de novembro acusando a empresa de ser um ambiente hostil para pessoas negras

São Paulo – O Facebook apagou temporariamente a postagem de um ex-funcionário da empresa que a acusava de promover um ambiente racista. O texto “O Facebook está falhando com seus funcionários negros e com seus usuários negros”, postado por Mark Luckie no dia 27 de novembro gerou grande repercussão.

Mark atuava como gerente de parcerias estratégicas para influenciadores e replicou o memorando que enviou a todos os funcionários da empresa no dia 8 de novembro, dias antes de se demitir. A postagem somou-se à onda de escândalos sucessivos que envolvem o Facebook nos últimos meses.

Pelo Twitter, Luckie informou que sua postagem havia sido suspensa, e os usuários não poderiam mais ler ou compartilhar seu conteúdo. Após algumas horas de repercussão negativa, a postagem estava de volta ao ar. “O post de Mark Luckie não viola nossos Padrões de Comunidade e já está disponível em nosso site. Estamos averiguando o que aconteceu”, de acordo com a empresa.

Confira a seguir o tweet de Luckie: