EUA lideram pedidos ao Twitter sobre dados de usuários

O Twitter informou ainda que proporcionou às autoridades dos Estados Unidos o que procuravam em 67% dos casos

O Twitter revelou nesta quarta-feira que os pedidos dos governos sobre informações de usuários aumentaram no primeiro semestre deste ano, e que as autoridades dos Estados Unidos respondem por 78% das solicitações.

Os governos apresentaram o total de 1.157 pedidos de informação sobre contas do Twitter, dos quais 78% partiram da administração dos Estados Unidos, segundo a rede social.

O Twitter informou ainda que proporcionou às autoridades dos Estados Unidos o que procuravam em 67% dos casos.

O Japão foi o segundo na lista de solicitações de informação ao Twitter durante os primeiros seis meses de 2012, com 8% do total.

Segundo o Twitter, os pedidos normalmente envolvem investigações criminais, e não podem ser revelados ao público em razão da lei de segurança nacional dos Estados Unidos.

“Estamos unindo forças com os colegas da indústria e com os grupos de liberdades civis para insistir em que o governo dos Estados Unidos permita uma maior transparência sobre estes pedidos secretos”, disse o diretor de política legal do Twitter, Jeremy Kessel.