Estudo estima 32 milhões de assinantes de TV paga em 2018

A novidade do estudo é que ele começa a projetar uma participação maior das empresas que operam com a tecnologia de IPTV

São Paulo – Estudo da consultoria Frost & Sullivan realizado por encomenda da associação NeoTV estima que o mercado de TV por assinatura deve chegar ao final de 2014 com cerca de 20,8 milhões de assinantes. Seria um crescimento de cerca de 15%.

Mas a pesquisadora do instituto Carolina Teixeira esclareceu durante a apresentação do levantamento de que, no cenário atual, um crescimento de cerca de 8% é mais provável.

A novidade do estudo é que ele começa a projetar uma participação maior das empresas que operam com a tecnologia de IPTV, que esse ano chegariam a cerca de 200 mil assinantes.

Ainda segundo esse estudo, o mercado de cabo terá 7,4 milhões de assinantes e o DTH, 13,2 milhões.

Para 2018, a estimativa da Frost & Sullivan é de um mercado de 31,8 milhões de assinantes, sendo 1,5 milhão de IPTV, 20,3 milhões de DTH e 10 milhões de usuários de TV a cabo.

Em termos de receita, a consultoria estima para este ano um mercado de US$ 10,7 bilhões, chegando a US$ 16,1 bilhões em 2018.

Segundo o estudo, em 2014, 25% das receitas das operadoras de TV paga não virão da assinatura de serviços tradicionais.