Empresas apresentam propostas para licitação de internet 4G

O Brasil será um dos primeiros países do mundo a oferecer internet 4G, tecnologia que oferece velocidades até dez vezes superiores à 3G

Brasília – Seis empresas apresentaram propostas para participar da licitação de frequências de internet 4G e de áreas rurais no Brasil, informou nesta terça-fera a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

As participantes do leilão são Vivo, Claro, TIM, Oi, Sky e Sunrise.

A licitação, cujo resultado será anunciado no próximo dia 12, inclui lotes de frequência de 2,5 gigahertz, que serão utilizados para oferecer serviços de internet banda larga a celulares 4G e bandas de 450 megahertz, que servirão para dar cobertura ao meio rural.

A Anatel não indicou quais companhias apresentaram propostas para cada um dos lotes de frequência. Um porta-voz da entidade reguladora explicou que o anúncio será feito no dia de abertura dos envelopes.

O Brasil será um dos primeiros países do mundo a oferecer internet 4G, tecnologia que oferece velocidades até dez vezes superiores à 3G.

O objetivo do governo é dar cobertura 4G às seis cidades-sede da Copa das Confederações até o dia 30 de abril de 2013, estendê-la às 12 cidades onde será organizada a Copa do Mundo de 2014 e a todos os municípios com mais de 100 mil habitantes até o final de 2016.

O plano também prevê cobertura de internet a todas as áreas rurais em um raio de 30 quilômetros do centro de todos os municípios do país até dezembro de 2015.

O critério para a concessão das licenças é o menor preço ofertado ao consumidor, segundo as condições publicadas pela Anatel.

Se não forem apresentadas ofertas satisfatórias para o leilão de frequências para as áreas rurais, esses lotes se juntarão aos de internet 4G. Nessa hipótese, as empresas vencedoras dos lotes 4G também serão obrigadas a oferecer serviços para as áreas rurais, que são, em princípio, menos rentáveis.