Empresa que criou site Obamacare tem coleção de fracassos

A CGI, empresa que criou o desastroso site Healthcare.gov, do governo Obama, tem longo histórico de projetos fracassados

São Paulo — O site Healthcare.gov, que deveria ser uma das principais vitrines do governo Obama, tem causado vexame ao presidente americano por causa das falhas que tornam seu uso quase inviável. Agora, surge a notícia de que a CGI, empresa responsável pelo site na internet, já esteve por trás de vários projetos desastrosos antes.

Desenvolvido ao longo de três anos ao custo estimado em 634 milhões de dólares, o Healthcare.gov, portal do novo sistema de saúde americano conhecido como Obamacare, entrou em operação no dia 1º deste mês. Mas as falhas têm sido tantas que quase ninguém conseguiu usá-lo.

O sistema foi desenvolvido por três empresas. A americana Quality Software Services Inc. (QSSI) montou a parte de processamento de dados de retaguarda. A Booz Allen, que contratou Edward Snowden para prestar serviços à NSA, ficou responsável pelo suporte técnico.

A CGI Federal, subsidiária americana da CGI, a maior companhia de tecnologia da informação do Canadá, criou o site propriamente dito. É na direção da CGI que aponta a maioria das acusações.

Especialistas que examinaram o Healthcare.gov dizem as páginas são terrivelmente pesadas, algo incompatível com um site de alto tráfego. Além disso, várias pessoas apontaram que o site não foi testado com carga total antes da inauguração.


Nesta semana, vários noticiários divulgaram que a CGI tem longo histórico de fracassos em projetos governamentais. A Foxnews relata que a empresa desenvolveu sistemas similares ao Obamacare para os estados americanos de Vermont e Havaí. Nesses lugares, também, houve problemas sérios quando o sistema foi inaugurado.

Outro fracasso, também relatado pela Foxnews, aconteceu na província canadense de Ontário. Lá, a empresa foi contratada para montar um serviço de registro e atendimento a diabéticos ao custo de 46 milhões de dólares. O contrato foi cancelado em 2012 depois de uma série de atrasos e outros problemas.

O noticiário Breitbart informa que a CGI ainda foi responsável, nos anos 90, pelo site do serviço de registro de armas do Canadá, outro fracasso. Após inúmeros atrasos, o projeto, que tinha a oposição dos políticos conservadores canadenses, foi suspenso em 2000 e totalmente cancelado em 2012.

A CGI e as demais empresas contratadas põem a culpa pelo desastre no governo americano, conta a CNN. Elas dizem que o governo requisitou mudanças no último momento e não permitiu que testes suficientemente extensos fossem realizados antes da inauguração do Healthcare.gov.