Empresa cria tecnologia para transformar anúncios em conversas com robôs

Startup apoiada pelo Google quer tornar o marketing online mais “conversacional”

São Paulo – Uma startup especializada em marketing usa inteligência artificial para desenvolver anúncios que possam “conversar” com as pessoas. A ideia é criar um chat, seja em um site ou aplicativo, em que os clientes perguntem sobre um produto e recebam respostas imediatas de um vendedor virtual, eliminando a necessidade de pesquisar online para saber respostas a dúvidas comuns.

Fruto de um programa do Google para desenvolver e lançar novas empresas, a AdLingo não constrói seus próprios chatbots – os assistentes virtuais, mas conecta empresas desenvolvedoras ao departamento de marketing de quem deseja vender seus produtos na era digital.

Vic Fatnani, gerente e co-fundador da AdLingo, disse ao site TechCrunch que “Tudo está se tornando mais conversacional, seja através de dispositivos como seu telefone, seu alto-falante e, eventualmente, seu carro. Perguntamos a nós mesmos: ‘E se essa mudança estiver acontecendo? marketing não pode ser mais conversacional?'”

Os primeiros clientes da plataforma incluem a montadora Kia e o site de leilões ao vivo Tophatter, e os retornos sobre o uso dos chatbots com anúncios têm sido positivos até agora. No entanto, pode ser muito cedo para prever se as pessoas irão aprovar um bombardeio de chatbots vendendo várias mercadorias em janelas pop-up.