Em ranking de 4G, Brasil aparece atrás de Marrocos e Cazaquistão

Popular site de medição de internet, Speedtest tornou seus dados públicos

São Paulo – Um novo ranking de velocidade de internet móvel e de banda larga foi lançado pela plataforma Speedtest, que tem um popular site de medição de internet–que, aliás, ainda usa o moribundo Adobe Flash.

Na lista divulgada pela Ookla, dona da Speedtest, o Brasil aparece atrás de países como Marrocos e Cazaquistão quando o assunto é velocidade de internet no celular. A média por aqui é de 14,91 megabits por segundo (Mbps). Isso coloca o Brasil na 76º posição do ranking global, liderado por Noruega (52,59 Mbps), Países Baixos (46,94 Mbps) e Hungria (46,24 Mbps).

O Cazaquistão ficou em 67º (16,96 Mbps) e o Marrocos, em 66º (17,01 Mbps). Nessa mesma lista, o Reino Unido aparece em 40º (25,83 Mbps) e os Estados Unidos em 46º (23,05 Mbps).

A posição do Brasil é um pouco melhor no ranking de internet fixa, aquela que você usa no Wi-Fi de casa. O país ficou na 72º colocação, com velocidade média de 16,42 Mbps. Nesse segundo ranking de internet, os líderes são outros. As primeiras posições ficaram com Cingapura (154,38 Mbps), Coreia do Sul (125,69 Mbps) e Hong Kong (117,21 Mbps).

A infraestrutura de fibra óptica, ainda em fase de expansão no Brasil, e a permanência de uso de conexões de baixa velocidade em diversas cidades brasileiras já foram indicadas como razões para a grande discrepância entre o nosso país e os líderes globais de internet banda larga em outros rankings públicos, como o elaborado pela Akamai.

O novo ranking de internet da Speedtest será atualizado mensalmente e os resultados referentes ao mês de julho podem ser vistos na íntegra nesta página.