Em busca de lucro, Facebook começa a vender presentes

Companhia começou um novo serviço de venda de presentes, o que representa um passo adiante da empresa de Mark Zuckerberg

Los Angeles – O Facebook estreou nesta quinta-feira nos Estados Unidos um novo serviço de venda de presentes, o que representa um passo adiante da empresa de Mark Zuckerberg em sua tentativa de convencer Wall Street de que é um bom investimento.

Os usuários poderão comprar os ‘Gifts’, como foi chamado este novo aplicativo da rede social, de forma gradual e em primeiro lugar nos EUA, segundo informou o Facebook em comunicado disponível em sua página.

O aplicativo se transformará em mais uma opção disponível no perfil dos usuários do Facebook, que poderão comprar um produto real, como cartões de presente, bichos de pelúcia, doces e roupas, entre outros, e enviá-los como presente para alguém.

Atualmente, a rede social conta com mais de 100 estabelecimentos cadastrados no serviço nos EUA.

Desde sua saída na bolsa, em maio, as ações do Facebook caíram mais de 50% e os analistas observam com incerteza a capacidade da companhia de conseguir transformar em lucro uma rede social com mais de 800 milhões de usuários.

O aplicativo de presentes simboliza a aposta mais clara do Facebook por estabelecer sua própria rede comercial e o situa em concorrência direta com os gigantes de compra e venda pela internet Amazon e eBay.