Eduardo Srur faz intervenção no Rio Pinheiros, em SP

Com apoio da Associação Águas Claras do Rio Pinheiros*, Srur começou a ocupar margens, córregos e pontes ao longo de um dos rios mais emblemáticos de SP

O artista plástico Eduardo Srur é velho conhecido dos paulistanos. Ele já criou várias intervenções urbanas para chamar a atenção para graves problemas ambientais da cidade: caiaques, garrafas pet gigantes, cavalaria na ponte, como já mostramos aqui no site (veja alguns links no final deste post).

Com apoio da Associação Águas Claras do Rio Pinheiros, Srur começou a ocupar margens, córregos e pontes ao longo de um dos rios mais emblemáticos – e poluídos – da capital paulista com a exposição “Às Margens do Rio Pinheiros”. A intenção do artista é promover a conscientização das pessoas e pressionar tomadores de decisão para a necessidade de recuperação da bacia hidrográfica do Rio Pinheiros.

Serão três intervenções urbanas:
Trampolim, com manequins realistas que remetem ao tempo em que era possível nadar no rio, nas pontes da Cidade Universitária (esta é a primeira intervenção a ficar pronta, dia 17; veja foto abaixo), Morumbi, Engenheiro Roberto Zuccolo e Eusébio Matoso (até dia 19, quando a campanha será inaugurada oficialmente);

Portal, dois pórticos enfeitados com restos de esculturas e adereços utilizados em desfiles de escolas de samba, na foz dos córregos Uberaba e Jaguaré (até dia 21); 

Hora da Onça Beber Água, com animais infláveis gigantes, em frente à estação de trem Pinheiros (até dia 26), uma alusão a um dos animais símbolos da fauna brasileira, que corre risco de extinção.

E veja que bacana! As obras serão iluminadas por sistema de captação de energia solar já instalado próximo às margens do rio. Funciona assim: a energia gerada é inserida na rede como compensação pelo que será gasto durante a montagem e na iluminação noturna das peças criadas por Srur.

Para ampliar a intervenção e torná-la um marco para a cidade, Eduardo Srur colocou seu projeto no Partio, site de financiamento coletivo. Ele quer levar suas criações para outros espaços do Rio Pinheiros e atingir muito mais pessoas na cidade com sua mensagem. “A arte desperta e traz oxigênio à mente, provoca e questiona sobre questões importantes da nossa sociedade”,  acredita o paulistano. O Planeta Sustentável também acredita nisso e, por isso, está empenhado em sua divulgação.

Apoie esta causa para ampliar a discussão e a repercussão sobre o futuro do rio Pinheiros. Com apenas 30 reais você já pode participar deste movimento artístico e ativista de Srur, no Partio. Como em todo site de crowdfunding, os apoiadores recebem recompensas de acordo com o valor doado. Em alguns casos, Srur vai dar várias obras de seu acervo pessoal como gravuras, livros, fotos e camisetas e objetos feitos com material reciclável.

//www.youtube.com/embed/YvMNVO7DY5Q