Dilma quer prioridade na inclusão digital, diz Barbosa

Para a presidente, o desenvolvimento da área de TI no brasil é fundamental e prioritário

São Paulo – O ministro interino da Fazenda, Nelson Barbosa, disse hoje que a presidente Dilma Rousseff estabeleceu que o desenvolvimento do setor de tecnologia da informação (TI) no país é fundamental e prioritário. “Dilma determinou que inclusão digital é ‘top’ na agenda de governo”, comentou Barbosa.

Segundo ele, a presidente está inteiramente empenhada na expansão do setor. Ele disse que o mercado de tecnologia da informação (TI) tem grande potencial de expansão no Brasil, pois “deve se multiplicar de 5 a 10 vezes em 30 anos”. Ele ressaltou ainda que o País têm dimensões continentais e há grandes oportunidades para incremento da informatização em algumas áreas fundamentais para a sociedade, tais como Saúde, Educação e Segurança Pública.

“Nós não temos um viés ante ou pró empresa estrangeira de TI no Brasil. Há espaço para empresa nacional, internacional e joint ventures. Trata-se de um mercado que se expande muito. Não se trata de uma questão do tipo ‘rouba monte'”, afirmou. Barbosa participou hoje de fórum promovido por The Economist Group e pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), em São Paulo.

Nelson Barbosa afirmou ainda que a presidente Dilma considera essencial o Programa Nacional de Banda Larga, que vai tornar a inclusão digital mais barata, fácil e rápida para a população, em especial a de menor renda. O ministro participou hoje de fórum promovido pelo The Economist Group e pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), realizado em São Paulo.