Designer cria luva que permite tocar instrumentos imaginários

O designer americano Scott Peterman criou uma série de luvas que permitem tocar instrumentos musicais invisíveis e fazer música de verdade

São Paulo — Eleve as competições de air guitar à última potência e faça sons de verdade apenas gesticulando como se estivesse tocando um instrumento. A ideia, já colocada em prática, é do designer Scott Peterman, de Nova York. A Banda Imaginária (The Imaginary Marching Band), criada por ele, consiste numa série de instrumentos usáveis na forma de luvas. Eles são controlados por gestos que imitam aqueles feitos para tocar instrumentos reais.

As luvas funcionam ligadas a um computador por meio de um cabo USB. Nele, roda um aplicativo de criação musical como Garage Band, Logic ou Pro Tools. Enquanto o músico finge tocar um instrumento invisível, a luva envia comandos ao aplicativo de modo a controlar um programa que simula seu som. 

Por enquanto, há seis instrumentos imaginários: trompete, trombone, tuba, tambor, bumbo e pratos (nada de guitarras para os fãs de air guitar). O projeto é distribuído livremente pelo autor. Seu objetivo é encorajar outros a experimentar os instrumentos invisíveis.

Peterman pede doações para terminar o projeto e oferece alguns benefícios em troca, que dependem do valor doado. Quem doar mais de US$ 150, por exemplo, recebe sua própria versão da luva. Doadores de US$ 1.000 recebem o conjunto completo de instrumentos e ainda podem escolher a cor das luvas.