Desastres naturais forçaram 20 milhões a abandonar casas em 2014, revela estudo

Mudanças climáticas são as principais culpadas

Quase 20 milhões de pessoas foram forçadas a fugir de suas casas devido a inundações, tempestades e terremotos no ano passado, um problema que pode se agravar devido às mudanças climáticas, segundo um relatório divulgado nesta segunda-feira (20).

A Ásia é particularmente propensa a desastres naturais, sendo responsável por quase 90% das 19,3 milhões de pessoas deslocadas em 2014, liderada por tufões na China e nas Filipinas, além de inundações na Índia, disse o Conselho Norueguês de Refugiados (CNR).

Desde 2008, uma média de 26,5 milhões de pessoas foi deslocada a cada ano por desastres, segundo o relatório. E apesar dos números de 2014 terem sido menores, o CNR afirmou que há uma tendência de crescimento a longo prazo.

“Nossa análise histórica revela que há 60% mais chances de uma pessoa ser deslocado por desastres hoje do que na década de 1970”, disse o diretor do Centro de Monitoramento de Deslocamento Interno do CNR, Alfredo Zamudio, em entrevista coletiva.

“A mudança climática deverá desempenhar um forte papel no futuro ao aumentar a frequência e a intensidade das tais ameaças”, acrescentou.