“Desafio do balde de gelo” já arrecadou 71 milhões de reais nos EUA

No Brasil, o dinheiro está sendo doado para a Associação Pró-Cura da Ela, a Associação Brasileira de Esclerosa Lateral Amiotrófica e o Instituto Paulo Gontijo

Febre total nas redes sociais desde a semana passada, o “desafio do balde de gelo” já arrecadou 31,5 milhões de dólares (71,265 milhões de reais) em doações, de acordo com a ALS Association, ONG dedicada ao apoio dos pacientes e à pesquisa da doença.

No Brasil, que também aderiu à brincadeira, o dinheiro está sendo doado para a Associação Pró-Cura da Ela, a Associação Brasileira de Esclerosa Lateral Amiotrófica (Abrela) e o Instituto Paulo Gontijo (IPG). De acordo com a Veja, desde o início da campanha até esta quarta-feira (20), a Pró-Cura e a Abrela arrecadaram, juntas, 75.000 reais. O IPG, segundo sua assessoria de imprensa, não tem estimativa das doações.

O desafio consiste em jogar um balde de água com pedras de gelo em cima da pessoa e surgiu como uma forma de conscientização sobre a doença de Esclerose Lateral Amiotrófica (ALS, na sigla em inglês).

Diversas famosos – incluindo grandes nomes da Tecnologia, como Bill Gates, Mark Zuckerberg e Tim Cook – toparam o desafio e, além de jogarem o balde de água fria em cima deles mesmo, realizaram doações para a ALS Association.