Consumidores reclamam de superaquecimento no Surface Pro 3

Falha de software no Microsoft Windows Pro 8.1 pode ser a causa provável do travamento do tablet

O slogan do Surface Pro 3 é extremamente claro a respeito do seu propósito: “O tablet que pode substituir seu notebook”. Mais objetivamente, a sua melhor configuração é uma das melhores do gênero, senão a melhor. Tela de 12 polegadas com resolução de 2160 por 1440 pixels, 512 GB de armazenamento do tipo SSD, 8 GB de memória RAM e o processador Intel Core i7, modelo 4650U, operando no máximo a 3,3 GHz.

Para a comunicação ele suporta redes sem fio do padrão 802.11ac e Bluetooth 4.0. O tablet inclui ainda duas câmera de 5 megapixels e a bateria supostamente dura cerca de 9 horas. Mesmo com esta configuração o peso não é um ponto negativo. São 790 gramas. A construção usa uma liga especial de magnésio.

Observe que o processador do Surface Pro 3 consome no máximo 15 W (TDP). O valor não é muito, mas não é de se desprezar. E esta parece ser uma das raízes do problema relatado por diversos consumidores revoltados no fórum oficial de suporte da Microsoft.

O tópico sobre o problema foi aberto pelo membro Jarem. Ele está no seu quarto modelo, depois de sucessivas trocas em lojas autorizadas. Após cerca de três minutos de uso navegando na internet o tablet simplesmente aquece, trava e exibe a tela com o símbolo do termômetro.

A discussão não parou por aí. Outros usuários reclamam de barulho excessivo do ventilador, mesmo sem uso intenso. Algo que poderia justificar o barulho. Curiosamente, a maioria adquiriu o modelo com o processador Core i7.

Naturalmente, há reclamações de pessoas que se livraram de um Macbook Air para obter o desconto de 650 dólares na aquisição do tablet. O desconto faz parte de uma estratégia de marketing da empresa. O site da Microsoft está cheio de comparativos que tentam provar a superioridade do Surface sobre o Air.

A jornalista Mary Jo Foley, da ZDNet, obteve uma resposta oficial da empresa (em uma tradução livre):

“A equipe do Surface está ciente de que há um número muito pequeno de tablets Surface 3, com o processador Intel Core i7, que reiniciam de forma incorreta e na tentativa de inicialização exibem uma imagem de termômetro. Nossa investigação revelou que o sistema está acionando este modo de proteção antes do que deveria para algumas pessoas, somente quando o sistema é reiniciado e não quando ele está funcionando.

Temos uma atualização que resolve o problema e estará disponível para nossos consumidores o mais rápido possível. A versão i7 do Suface Pro 3 é o primeiro tablet a entregar este poder de processamento em um conjunto fino e leve. Como tal, o aumento da demanda de energia faz o ventilador girar com mais intensidade e em velocidades mais altas. A unidade trabalha com temperatura maior. Se os clientes tiverem dúvidas ou preocupações, eles devem entrar em contato com o suporte da Microsoft.”

O desenrolar desta história coloca em dúvida se o projeto físico do aparelho é realmente eficiente. Embora pareça ser apenas uma falha de software.