Concorrente do Nubank, Trigg agora tem cartão aceito no metrô do Rio

Cartões da fintech brasileira contam com tecnologia de pagamento por aproximação, chamada NFC

São Paulo – Os clientes da fintech brasileira Trigg poderão usar seus cartões para realizar pagamentos no metrô do Rio de Janeiro. As transações acontecerão por aproximação, bastará encostar o cartão na catraca, como no Bilhete Único, de São Paulo. A novidade também funcionará com smartphones e relógios inteligentes compatíveis com a tecnologia de pagamento Samsung Pay.

O novo método de pagamento poderá ser utilizado nas 41 estações de metrô do Rio. Os valores gastos são debitados diretamente na fatura dos clientes da Trigg. A iniciativa da fintech acontece com apoio da Visa, bandeira que figura nos cartões da empresa.

“O uso da tecnologia de pagamentos por aproximação no metrô é uma oportunidade de popularizar a digitalização de transações, melhorando cada vez mais a experiência do consumidor”, afirma, em nota a EXAME, Marcela Miranda, fundadora da Trigg.

Desde o final de abril deste ano, soluções de pagamentos móveis da Samsung, Apple e do Google passaram a ser aceitas nas estações de metrô administradas pela MetrôRio.

O setor de pagamentos via celular e dispositivos móveis deve crescer mundialmente nos próximos anos. De acordo com a consultoria Allied Market Research, a previsão é de que o setor atinja faturamento de 4,5 trilhões de dólares em 2023. Em 2016, o faturamento era de 601 bilhões de dólares. De 2017 a 2023, a taxa de crescimento anual será de 33,8%, estima a consultoria.

Segundo a consultoria da Visa, o brasileiro usou 18 vezes mais a tecnologia de pagamentos por aproximação em dezembro de 2018, relação ao mesmo período de 2017. A cidade que lidera o uso é São Paulo, com aumento de 30 vezes no uso do método de pagamento. Curitiba aparece em segundo lugar, seguida por Belo Horizonte, Belém, Porto Velho, Salvador e Rio de Janeiro.