Computador tudo-em-um da HP cumpre o básico

Aparelho da HP tem configuração básica e visual robusto, com um preço bastante coerente

São Paulo – All-in-one é o nome dado a computadores que têm um grande monitor e toda a parte técnica embutida nele. Dessa forma, é um desktop que não tem torre, o que diminui o espaço ocupado pelo equipamento.

O TouchSmart 420 não tem uma excelente configuração, a ponto de se comparar a um desktop potente. Com processador Intel Core i5 2400S de 2,6 GHz e memória RAM de 4 GB DDR3, ele é um computador que beira o básico, o que não combina com o tamanho e a presença que tem. No entanto, vem com um HD generoso de 1 TB Sata II. A placa de vídeo também é relativamente fraca: uma Intel HD Graphics 2000 de 1696 MB de memória (64 MB dedicada).

O grande mérito dessa máquina é o tamanho e a resolução da tela: 21,5” e chega à resolução máxima de 1920 x 1080 pixels. O touchscreen funciona com infravermelho e aceita gestos de até dois dedos. Por conta desse recurso, há um “degrau” de cerca de 1 centímetro entre a tela e a moldura, onde ficam os sensores.

Não é necessário tocar na tela: ela reconhece o gesto com uma pequena distância. Por um lado, isso previne marcas de dedos no monitor. Mas, por outro, não é confortável segurar o dedo para interagir com o equipamento, então é provável que ele fique sujo de qualquer jeito.

A precisão é boa, mas, como os dedos não são tão finos quanto seria uma caneta, é ele pode não reconhecer onde foi o toque e selecionar o ícone ao lado. Além disso, a função de escrever não é muito precisa e editar um erro normalmente demora mais do que se fosse usado o teclado logo de primeira.

O computador é bem adaptado para o touchscreen, com aplicativos pré-instalados da HP e a possibilidade de adicionar widgets para fotos, vídeos e desenhos. O principal aplicativo é o HP TouchSmart Magic Canvas. Com ele, é possível colocar vários aplicativos em um “carrossel” e deslizar entre eles em telas, como num smartphone, o que amplia o espaço e facilita a localização de cada um. Também é possível fazer a edição básica de fotos (como cortar, aumentar brilho, etc) de maneira bastante intuitiva, escrever à mão e desenhar.


A moldura é de plástico fosco preto e fica em cima de um suporte grafite também fosco. No topo, uma webcam de apenas 1 MP. Em torno do monitor há uma faixa prateada e, na parte superior, está o botão de ligar. Por ser todo feito de plástico e um tanto quanto espesso, ele não parece muito resistente e tem o visual até meio grosseiro. Essa impressão fica reforçada na altura da moldura em relação à tela, já que, há muitos anos, essa diferença é pequena.

Dá para inclinar o monitor até um grau confortável (máximo de 30º), o que facilita a visualização e o uso da função touchscreen.

O monitor grande e com boa resolução faz com que o TouchSmart 420 seja um bom candidato para entretenimento. Além disso, tem várias opções de conectividade: são quatro USB (sendo duas 3.0 e quatro 2.0), leitor de Blu-ray e leitor de cartões SD/MS/xD, além de duas P2 para áudio e uma para microfone.

Mas a função do computador como central de mídia tropeça em outro problema: a qualidade do áudio. Apesar de ser garantida pela Beats Audio, a realidade não alcança a expectativa. Com a função ativada, os graves são fortes, os agudos não ficam estridentes e a potência total aumenta, mas nada de muito incrível; sem ela, no entanto, os graves ficam apagados, os agudos, estridentes e o som no geral é distorcido.

O all-in-one também vem com mouse e teclado sem fio, que funcionam por Bluetooth. O teclado tipo ABNT 2 é fino e com teclas baixas. A digitação é confortável, apesar de não serem muito macias. A tecla B tem o logo da Beats Audio e o recurso é ativado utilizando a tecla Fn. O mouse óptico tem o visual padrão da HP e três botões. Tanto o mouse como o teclado precisam de duas pilhas AAA e são pretos e de plástico – assim como o monitor, não passam a impressão de resistência.

Pelo preço de quase 3200 reais, dá para conseguir uma máquina bem melhor. No entanto, o valor está dentro do esperado para computadores do tipo all-in-one.