Computador mais potente passa por upgrade

Máquina equipada com 864 servidores e 88.128 mil CPUs interconectadas ultrapassa barreira dos 10.51 petaflops

São Paulo – O supercomputador com maior poder de processamento do mundo passou por uma atualização e ultrapassou a barreira dos 10.51 petaflops.

Esta é a primeira máquina a atingir esta meta. O “Computador K” é equipado com 864 servidores e 88.128 mil CPUs interconectadas. Após o upgrade, o “Computador K”, fabricado pela Fujitsu e pelo instituto japonês Riken, possui 10.51 petaflops, que permite realizar 10 quatrilhões de cálculos por segundo.

Os fabricantes dizem que o supercomputador ainda receberá mais potência nas próximas manutenções. De acordo com o teste de velocidade Linpack, usado principalmente para comparar o poder de processamento de supercomputadores, o desempenho médio do “Computador K” é de 93% do pico de velocidade de 10 petaflops. O teste levou 29 horas e 28 minutos.

A Top500, organização que lista os computadores mais potentes do mundo, divulgará no dia 14 de novembro deste ano uma nova lista com os computadores mais velozes do mundo. Em junho deste ano, o “Computador K” liderou a lista Top500 com um pico de desempenho de 8.162 petaflops.

O “Computador K” foi encomendado pelo ministério japonês de Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia, com o objetivo de quebrar a barreira dos 10 petaflops. A montagem do supercomputador teve início em setembro de 2010. Além disso, o “Computador K” poderá ser usado em pesquisas avançadas na área científica.