Como uma prótese feita em uma impressora 3D ajudou um cachorro a correr pela primeira vez

Com a ajuda do software de modelagem 3D Geomagic Freeform e da impressora Projet 5500X, a equipe pode criar, em poucas horas, uma prótese

Derby, uma mistura de vira-lata com husky siberiano, nasceu com malformações congênitas nas patas dianteiras e nunca conseguiu correr e brincar livremente com outros cães. Mas a vida desta cão americano mudou radicalmente com uma prótese fabricada em uma impressora 3D.

A ideia de ajudar o animal foi de Tara Anderson, diretora da 3D Systems, que descobriu o animal em um abrigo do estado de New Hampshire. Tara reuniu funcionários da empresa e um especialista em prótese animal para criar algo sob medida para Derby, substituindo a antiga cadeira de rodas que possibilitava poucos movimentos.

Com a ajuda do software de modelagem 3D Geomagic Freeform e da impressora Projet 5500X, a equipe pode criar, em poucas horas, uma prótese com acabamentos confortáveis de borracha.

“No caso de Derby, ter as imagens prontas no computador preparadas para a impressão 3D é algo muito mais rápido que moldar manualmente e reconstruir cada prótese cinco ou dez vezes”, afirma o ortopedista veterinário Derrick Campana.

Derby agora pode correr livremente ao lado de Sherri e Dom Portanova, seus novos donos adotivos.

Veja a história no vídeo abaixo:
 

//www.youtube.com/embed/uRmoowIN8aY